Em dia de Ganso, Osvaldo brilha e dá vitória ao Tricolor

O São Paulo venceu o Cruzeiro por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Morumbi, e viu o atacante Osvaldo dar sinais de que está pronto para ser titular da equipe. Sob os olhos do meia Paulo Henrique Ganso, novo contratado, o Tricolor melhorou no segundo tempo e garantiu a permanência no pelotão da frente, na briga pela Libertadores. O Cruzeiro não venceu pela quinto jogo seguido.

O camisa 17 comandou a vitória são-paulina, que teve influência direta das alterações feitas pelo técnico Ney Franco no início do segundo tempo. Osvaldo atuou na ponta-esquerda, e foi o único que produziu para o Tricolor no primeiro tempo. Na segunda etapa, com o time da casa ajustado, ele apareceu ainda mais, e marcou o gol da vitória.

O Cruzeiro sofreu com os desfalques que tinha antes de a bola rolar, e com os que teve no decorrer da partida. Ainda na primeira etapa, o técnico Celso Roth teve de substituir seus dois atacantes. Saíram Wallyson e Wellington Paulista, e vieram os ex-são-paulinos Borges e Souza. Os mineiros ficaram ainda mais rendidos quando, ainda no início da segunda etapa, o volante Charles teve de sair também por conta de lesão. Com isso, Roth não teve como fazer qualquer alteração para mudar o esquema tático e recolocar seu time na partida.

E assim o São Paulo aproveitou. No primeiro tempo, havia um abismo entre os dois volantes – Denilson e Maicon – e o meia Jadson, responsável pela criação de jogadas. Como resultado, um péssimo futebol. No segundo tempo, Jadson veio buscar o jogo, criou espaços, mas continuou errando passes simples. A partir da entrada de Wellington no lugar de Maicon, o time mandante conseguiu controlar o meio de campo.

Fundamental para a vitória são-paulina foi também o jovem Ademilson, sob a responsabilidade da camisa 11. Ele entrou no lugar de Willian José, que quase não participou da partida, e mudou o jogo. Encostou nas pontas para criar jogadas com Lucas e Osvaldo, saiu da área para dar opção para Jadson, quase abriu o placar depois de belo toque do zagueiro Paulo Miranda e particpou do lance do gol.

Com o resultado, o Cruzeiro se distancia na briga pela Libertadores, e se mantém com 35 pontos. O São Paulo, por sua vez, encosta no primeiro pelotão, e segue na briga pela classificação para o torneio continental. Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Internacional, no sábado, no Melão, em Varginha. O São Paulo pega o Coritiba no Couto Pereira, no próximo domingo, mas antes disso vai ao Equador, onde pega a LDU de Loja, pela Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 0 CRUZEIRO

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)

Data/Hora: 23/09/2012 – 16h

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correia (RJ) e Fabiano da Silva Ramires (ES)

Público/renda: 40.457 pagantes / R$ 1.000.782,00

Cartões amarelos: Denilson, Maicon, Paulo Miranda, Wellington (SPFC); Thiago Carvalho, Wellington Paulista, Diego Renan, Souza, Lucas Silva (CRU)

Cartões vermelhos: Lucas Silva (CRU)

Gols: Osvaldo, do São Paulo (22’/2ºT);

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Paulo Miranda, Rodholfo e Cortês; Denilson (Casemiro 38’/2ºT), Maicon (Wellington 17’/2ºT) e Jadson; Lucas, Osvaldo e Willian José (Ademilson 14’/2ºT). Técnico: Ney Franco.

CRUZEIRO: Fabio; Léo, Thiago Carvalho, Victorino e Diego Renan; Marcelo Oliveira, Charles (lucas Silva 9’/2ºT), Tinga e Montillo; Wellington Paulista (Borges 44’/1ºT) e Wallyson (Souza 44’/1ºT). Técnico: Celso Roth

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*