Em 2008, São Paulo tinha campanha pior a dez jogos do fim

“Jogar a toalha como?”, questionou Diego Souza após a derrota por 2 a 0 para o Palmeiras que deixou o São Paulo na quarta colocação do Brasileirão, a quatro pontos do líder. A fase é ruim, mas há pelo menos um bom motivo para acreditar que o hepta ainda é possível: em 2008, ano de seu último título nesta competição, o Tricolor estava em situação pior a dez rodadas do fim.

Após vencer o Ipatinga fora de casa por 3 a 1, o time de Muricy Ramalho fechou a 28ª rodada com 49 pontos (hoje tem 52), em quinto um lugar. A distância para o líder, que também era o Palmeiras naquela ocasião, era a mesma: quatro pontos.

A comparação com o ano do tri dá esperança, mas também deixa claro que será preciso ter uma reta final quase perfeita para erguer a taça. Nas últimas dez rodadas de 2008, o São Paulo acumulou oito vitórias e dois empates. Foi campeão com 75 pontos, três a mais que o Grêmio.

A principal diferença entre as duas campanhas é que aquela equipe chegou a esta etapa do campeonato vivendo ótima fase. Após nove rodadas do segundo turno, acumulava quatro vitórias, quatro empates e só uma derrota. Em 2018, são duas vitórias, cinco empates e duas derrotas nos nove primeiros jogos do returno.

Por outro lado, a equipe de Diego Aguirre teve desempenho muito melhor no primeiro turno: fez 41 pontos, oito a mais do que os comandados de Muricy há dez anos.

Nos outros dois anos em que foi campeão nos pontos corridos, o São Paulo pontuou muito mais do que em 2018 após 28 rodadas. Liderava com 56 pontos em 2006 e com 62 pontos em 2007.

O Tricolor terá um confronto direto contra o Internacional, segundo colocado com 53 pontos, às 16h de domingo, no Beira-Rio.

 

Fonte: Lance

2 comentários em “Em 2008, São Paulo tinha campanha pior a dez jogos do fim

  1. A diferença é que em 2008, além do time ser bicampeão brasileiro, tínhamos jogadores comprometidos com a vitória e melhores jogadores.
    Esse time amarelão de hj a única semelhança com o de 2008 é a camisa.

  2. Só que não pode se comparar o time de 2008 com o de hoje (2018)!
    O de hoje não tem sangue nos olhos e nem futebol como o de 2008, eu acho o time de hoje muito frouxo como nos ultimos 9 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*