Edson Silva acredita que acertou ao preferir o São Paulo ao Palmeiras

Com Rhodolfo suspenso, Edson Silva pode ganhar chance na defesa. Se isso acontecer, ele voltará à equipe titular justamente contra um adversário especial.

O zagueiro veste a camisa do São Paulo desde o início da temporada, mas poderia estar do outro lado do muro. Quando estava de saída do Figueirense, Edson Silva iniciou conversas com o Palmeiras, mas acabou escolhendo o Tricolor.

Passados dez meses, ele não se arrepende da decisão tomada:

– Hoje tomaria a mesma decisão. Às vezes, as pessoas ficam falando que é questão financeira, de que um clube paga mais e outro paga menos. Eu sempre tive vontade de jogar no São Paulo, que é uma grande equipe. O Palmeiras também é uma grande equipe, mas optei pelo São Paulo. Hoje estou defendendo as cores do São Paulo, estou feliz e quero dar ênfase no trabalho para seguir firme e forte.

Por ter escolhido o clube do Morumbi, o zagueiro briga no topo da tabela do Brasileirão. No entanto, apesar de estar na zona de rebaixamento, o rival já conseguiu um importante título em 2012: a Copa do Brasil, competição em que o Tricolor foi eliminado na semifinal.

Além da bola parada de Marcos Assunção, Edson Silva sabe da qualidade de Barcos. O atacante argentino do Palmeiras joga o Superclássico das Américas e encara o Tricolor no sábado. Ele estipulou como meta marcar 27 gols nesta temporada, e já tem 23.

– Com ele (Barcos), tem de tomar muito cuidado. Ele tem feito gols e vamos tentar neutralizá-lo. É ficar atento no posicionamento dele e tem de entrar bastante concentrado para não ser surpreendido, principalmente por ele – declarou o defensor, que disputa com Douglas uma vaga na defesa da equipe comandada por Ney Franco.

Confira um Bate-Bola com Edson Silva:

Em janeiro, você quase foi para o Palmeiras. Como é para você ter a chance de enfrentá-los agora?

No início do ano teve aquela repercussão toda, do meu empresário também decidindo para onde iria, e eu também decidindo. Deus quis que viesse para o São Paulo. Optei por vir para o São Paulo. Nada contra o Palmeiras, que é um grande equipe, até porque foi campeã da Copa do Brasil. Está passando por essa situação porque faz parte, poderia estar acontecendo com a gente. Agora tenho a oportunidade de enfrentar o Palmeiras se Ney Franco optar por mim. Vou dar o meu melhor e fazer um clássico fantástico para sairmos vitorioso.

Você torce para que Paulo Miranda continue na lateral, assim tem um concorrente a menos para brigar por uma vaga na zaga?

Na teoria, sim, é um concorrente a menos. Se Ney Franco optar por mim e manter Paulo na lateral, vou entrar firme e forte. Respeitando Douglas também, porque Paulo Miranda está no lugar dele e sempre respeitando a opinião do treinador.
Fonte: Lance – Foto: Vipcomm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*