Diretoria do São Paulo tenta pôr fim a improvisações na equipe

O futuro São Paulo, que começou a se preparar na segunda-feira, em Cotia, terá menos – ou nenhuma – improvisação em comparação com o que foi eliminado no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores. Trata-se de um esforço da diretoria, com consentimento e agradecimento de Ney Franco.

Na sexta-feira, dia em que toda a cúpula de futebol se reuniu para anunciar o afastamento de sete reservas e a promoção de jogadores da base, o treinador falou espontaneamente, sem ser perguntado sobre o assunto, que não mais utilizaria Rodrigo Caio na lateral direita. Avisou que o prata da casa e volante de ofício voltará a brigar por espaço no meio-campo.

“Foi mais uma visão minha”, assegura. “Da mesma forma que tive liberdade para usá-lo na ala direita, percebi que o forte dele é jogar como volante. Isso é definição do treinador. Não estou dizendo com isso que nunca mais vou usá-lo na lateral. Mas vai voltar a lutar por posição com os demais volantes”.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Ney Franco falou espontaneamente, na sexta-feira, que não vai mais improvisar Rodrigo Caio na ala

Para evitar que Rodrigo Caio volte à lateral ou que o lateral Douglas volte ao ataque, a diretoria tem focado os setores carentes do elenco. O lado direito, um dos principais, receberá em breve o reforço de Mateus Caramelo, que se destacou com a camisa do Mogi Mirim no Campeonato Paulista. O veterano Maicon, atualmente no Manchester City, também agrada a Ney Franco.

 

O técnico, é claro, não se opõe à busca por reforços. Desde a temporada passada, ele tem sido obrigado a procurar tampões, como o zagueiro Paulo Miranda, que até hoje segue sendo improvisado como lateral direito, mas pode voltar, mais cedo ou mais tarde, a ser opção como beque.

“Ali (direita) temos a contratação de um jogador que se sobressaiu no Paulista e o Lucas Farias, que já está merecendo oportunidade também. Além do Douglas, que é da posição”, comentou.

Para as beiradas do ataque, onde Douglas vinha sendo utilizado, afora Osvaldo, o grupo agora tem Silvinho e Lucas Evangelista, recém-promovido da base. Sem contar o meia-atacante Roni, outro que chegará do Mogi Mirim.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*