Direção promete investir em mais estrelas, mas não crê que Kaká ficará

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, garante que o clube continuará apostando na contratação de jogadores renomados mesmo se o time não for para a Libertadores 2015. O dirigente, porém, acredita que será difícil segurar o meia Kaká para a próxima temporada.

– Vamos perder o Kaká. Ele tem contrato até 31 de dezembro, não adianta querer sonhar. O Orlando City não iria cedê-lo nem se o São Paulo fosse para a Libertadores. Acho pouco provável, mas vamos tentar – afirmou.

Há duas semanas, o dono do Orlando City, o brasileiro Flávio Augusto da Silva, declarou que poderia liberar Kaká para o São Paulo na próxima temporada, mas que necessitaria discutir o caso com Aidar. O próprio jogador não descartou a renovação caso o Tricolor chegue ao principal torneio de clubes da América do Sul.

Aidar, aliás, diz que o São Paulo não medirá esforços para continuar contratando jogadores renomados. O dirigente acha possível manter o elenco que consome cerca de R$ 10 milhões mensais em salários mesmo se o Tricolor não se classificar para a Libertadores.

– A ideia é continuar melhorando, solidificando esse patrimônio de atletas. O time está montado e equacionado para prosseguir – ressaltou.

As contas, porém, são grandes. Alguns jogadores ainda afirmam que estão com parte dos direitos de imagem atrasados. O clube nega.

Além disso, o São Paulo perdeu seu principal patrocinador na camisa, mas acredita que fechará um novo acordo entre setembro e outubro. A ideia do clube é criar uma rotatividade das marcas no uniforme, passando por costas, peito e mangas, para obter valores iguais nas negociações. 

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*