Diego: maravilhado com a oportunidade ”de ouro”

Diego chegou ao São Paulo em agosto de 2012, e mesmo atuando nesse relativo pouco tempo já chamou a atenção do técnico Ney Franco, que o promoveu à equipe principal na última semana.

“Nem acreditei no momento em que fui avisado disso. É algo incrível ter chegado ao time principal com esse pouco tempo de São Paulo. Acredito que isso foi fruto do meu trabalho e dedicação aqui na base do Tricolor”, diz o jogador

Maravilhado com a oportunidade, o defensor mal acreditou que teria a chance de treinar com ídolos como Lúcio e Rafael Toloi, exemplos para o jovem são-paulino. E a oportunidade de treinar com esses grandes nomes, é claro, não será desperdiçada pelo jogador.

“Ainda não tive muito contato com os jogadores do time profissional nessa primeira semana, só dentro de campo, mas vou ficar atento a tudo o que for possível para pegar essa experiência com eles. É uma oportunidade muito boa pra minha carreira e quero aproveitar”, completa.

Diego se destaca pelo físico – é muito forte e rápido -, além de ter bom passe e de subir em momentos importantes ao ataque. Foi assim que na Copa São Paulo desse ano conseguiu fazer dois gols em três jogos (infelizmente, o jogador se machucou e não pode mais atuar no decorrer da competição).

“O Diego é um zagueiro experiente para a idade que tem, você olha pra ele e tem sempre a impressão de  que ele está calmo, mas está esperando o momento de mostrar o vigor físico e a força explosiva. Tecnicamente é um atleta que verticaliza muito bem o jogo, e é muito engraçado com o grupo, o que o torna muito querido”, analisa o técnico Sérgio Baresi, que dirigiu o jogador na equipe Sub-20.

No Tricolor, Diego disputou a Copa do Brasil Sub-20 2012 e a Copa São Paulo desta temporada, na qual, como já dito, balançou as redes duas vezes antes de se machucar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*