Desfalques fazem ‘camisa 9’ voltar a dar dor de cabeça para Cuca

A falta de um homem de referência no ataque, principal problema de Cuca no São Paulo antes da parada para a Copa América, voltou a atormentar. Neste sábado, às 11h, contra o Grêmio, no Morumbi, será preciso improvisar um jogador de velocidade como centroavante – o favorito é Toró, de volta após três partidas fora por lesão, que já executou essa função com o treinador.

Vitor Bueno, segundo atacante de origem, também vem sendo treinado para jogar mais adiantado e pode aparecer nesta posição durante o segundo tempo.

Na verdade, Cuca nunca considerou o problema totalmente solucionado. Ele aprovou a contratação de Raniel, ex-Cruzeiro, mas não esperava que fosse precisar utilizá-lo como titular em seis partidas consecutivas – a comissão técnica acredita que o jogador ainda precisa evoluir em alguns quesitos e que, por isso, o ideal seria começar sendo o reserva imediato de Pablo.

O problema é que o camisa 9 conseguiu disputar apenas 45 minutos do Brasileirão. No jogo contra o Palmeiras, o primeiro após a Copa América, ele foi titular, marcou um gol e teve bom desempenho, mas sofreu uma lesão no tornozelo da qual ainda não está 100% recuperado. Antes, vinha em recuperação de cirurgia na lombar.

Se pudesse contar com Alexandre Pato neste sábado, Cuca provavelmente o escalaria no comando do ataque, apesar de o jogador preferir atuar aberto pela esquerda e com liberdade para cair pelo meio. O técnico tenta convencê-lo de que é possível jogar como centroavante sem ficar de costas para os zagueiros, mas flutuando entre a linha da zaga e os volantes, para receber de lado ou em velocidade.

É um processo em andamento, mas Pato também não poderá jogar contra o Grêmio porque segue sofrendo com dores causadas por uma pancada na coxa recebida contra o Santos. Já são três partidas fora.

O provável São Paulo tem Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves (Arboleda), Anderson Martins e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero e Daniel Alves; Antony, Everton e Toró.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.