Desfalcado, San-São tem tabus: Peixe quer manter, Tricolor tenta quebrar

Santos e São Paulo farão um clássico cheio de desfalques neste domingo, às 18h30, na Vila Belmiro, pela 12ª rodada do Paulistão. Mas tabus dos dois lados devem manter acesa a chama da rivalidade entre os dois clubes.

O Santos empatou com o Rio Claro no último domingo e teve a semana toda para se preparar. A dura missão de Dorival Júnior é montar o time sem os convocados Ricardo Oliveira, Gabriel e Lucas Lima, com a Seleção principal, e Thiago Maia e Zeca, com a equipe olímpica. Hora de mostrar que, além de um bom time titular, o Santos também tem elenco.

O Peixe é o primeiro no grupo A, com 22 pontos. A intenção é manter a invencibilidade contra o rival na Vila Belmiro: o Tricolor não ganha na casa santista desde o dia 25 de outubro de 2009, quando venceu por 4 a 3, pelo Brasileirão.

O São Paulo também tem outro tabu negativo: não vence clássicos desde o dia 3 de junho de 2015, quando bateu justamente o Santos, por 3 a 2, no Morumbi, pelo primeiro turno do Brasileirão. Desde então foram nove duelos regionais, com sete derrotas e dois empates. Este ano, já perdeu para Corinthians e Palmeiras. Uma nova derrota para um grande rival pode enervar ainda mais uma equipe que não tem classificação garantida no Brasileirão e tem vida complicada na Libertadores.

O alento ao time foi a vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-SP, quarta-feira, no Pacaembu, que serviu para encerrar o jejum de cinco jogos sem vencer. Mas o ambiente do clube segue turbulento, com mudanças no departamento de futebol e cobrança da torcida por melhor rendimento.

O árbitro Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza apita o clássico, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis, e Luiz Alberto Andrini Nogueira. O Premiere exibe o jogo ao vivo para todo o Brasil, e o GloboEsporte.com acompanha todos os lances, em Tempo Real, com vídeos exclusivos.

HEADER escalacoes 690 (Foto: Infoesporte)

Santos: o técnico Dorival Júnior não mostrou a equipe que será titular contra o São Paulo. O treinador disse, em entrevista coletiva na última sexta-feira, que ainda não havia definido a escalação. O Santos deve entrar em campo com: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Caju; Alison (Léo Cittadini, Vitor Bueno e Ronaldo Mendes), Renato, Serginho e Rafael Longuine (Patito Rodriguez); Paulinho e Joel.

São Paulo: o técnico Edgardo Bauza esboçou o São Paulo com duas mudanças em relação ao time que bateu o Botafogo, por 1 a 0, quarta-feira, no Pacaembu: Ganso (suspenso) e Caramelo deixaram a equipe, para as entradas de Thiago Mendes e Centurión. O time provável é o seguinte: Denis; Bruno, Maicon, Lugano e Carlinhos; João Schmidt, Hudson e Thiago Mendes; Centurión e Daniel; Calleri.

header_quem_esta_fora_690 (Foto: Reprodução)

Santos: Ricardo Oliveira e Lucas Lima, com a Seleção, e Thiago Maia, Zeca e Gabriel, com a equipe olímpica.

São Paulo: Ganso (suspenso), Lyanco (seleção da Sérvia Sub-19), Rodrigo Caio (seleção brasileira olímpica), Mena (seleção chilena), Wesley e Rogério (ambos com lesões musculares), Wilder (contratura na coxa esquerda), Renan Ribeiro (recupera-se de cirurgia de apendicite), Breno (tendinite no joelho direito) e Michel Bastos (em recuperação física).

header pendurados 690 (Foto: arte esporte)

Santos: Elano, Gustavo Henrique e Lucas Veríssimo.

São Paulo: Mena, Maicon e Alan Kardec.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*