Descontente, Osorio deve dizer ‘sim’ em caso de convite do México

Juan Carlos Osorio pode deixar o São Paulo a qualquer momento. O cenário tem sido construído pelo treinador em entrevistas e até quem o cerca no clube já admite a possibilidade de ficar sem o colombiano. Tudo vai depender do interesse antigo da seleção do México se transformar ou não em proposta.

Nos bastidores do São Paulo, já há a convicção de que o colombiano aceitará o convite caso seja chamado. Primeiro pelo seu sonho de dirigir uma seleção em uma Copa do Mundo. E depois por sua insatisfação com a situação do clube.

Osorio nunca engoliu o desmanche imposto pela diretoria, que culminou na saída de oito jogadores, e as sucessivas polêmicas que, segundo ele, só atrapalham o ambiente. Quem vive o dia a dia do CT da Barra Funda diz que só um possível título da Copa do Brasil pode ser capaz de segurar o colombiano. O São Paulo venceu o primeiro jogo das quartas de final do torneio por 3 a 0 sobre o Vasco, na última quarta-feira, no Morumbi. Depois da partida, Osorio voltou a deixar clara sua situação.

– Três ou quatro maus resultados eu seguramente não estaria aqui. Portanto, vou jogo a jogo, há situações que não compactuo, não gosto. A nível de clube, estou no melhor, não quero ir a outro. Agora, de uma Seleção, estamos falando em outra coisa. Uma possibilidade de Mundial. Tenho objetivo como qualquer outro, meu coração no momento está aqui, mas não posso dizer o que vai ser amanhã – afirmou o treinador.

Sites colombianos noticiaram nesta quinta-feira que Osorio faria seu último jogo contra o Palmeiras, no próximo domingo, para depois se apresentar ao México. No entanto, o treinador desmentiu essa possibilidade para os outros profissionais, que também não creem em tal operação. Mas até quando?

Fonte: Lance

6 comentários em “Descontente, Osorio deve dizer ‘sim’ em caso de convite do México

  1. Pessoal, o Osorio tá abrindo o caminho para uma possível saída. Coloquem-se na pele dele: você tá fora do seu país, as pessoas que te contrataram não jogaram a real, o clube está falido e em crise histérica, a perspectiva é de piora no quadro, com saída de mais jogadores e novos atrasos de dinheiro, a cada rodada do campeonato cai um técnico. Tá na cara que ele está pessimamente impressionado e considera sair. Se alguém estivesse num emprego assim faria diferente? Eu não faria. Uma pena se ele sair prematuramente. Ele tem ideias novas e é um cara decente, desses que o futebol precisa.

  2. E os dois trapalhões tiraram o cara do clube onde era idololatrado pra fazerem esse monte de presepada.
    Se.fosse só a venda de jogadores ainda daria pra.aceitar, mas o monte de baderna que está o SPFC hoje, ninguém de nível aceitaria, só os tranqueiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*