Depois do Sul-Americano, Lucas e Ney Franco estão de olho na Sul-Americana

Lucas e Ney Franco entendem de torneio internacionais no continente. Em janeiro do ano passado, conquistaram juntos o Sul-Americano Sub-20, no Peru. Nesta quarta-feira, estão no Chile para dar o primeiro passo e levar o São Paulo à semifinal da Copa Sul-Americana.

Às 21h50, o Tricolor enfrenta a Universidad de Chile. A parceria entre treinador e o camisa 7 tem dado certo também no clube. Dos 29 jogos em que esteve no comando da equipe, Ney Franco contou com Lucas em 15. O aproveitamento com ele em campo é de 66,6%. Sem a presença do atacante, o índice cai para 50%.

Um eventual título da Sul-Americana terá importância muito grande para ambos. Para o treinador, será o primeiro no clube que dirige desde julho. Para Lucas, também. Além disso, pode ser o único, já que irá para o PSG (FRA) a partir de janeiro da próxima temporada.

O garoto de 20 anos lembra bem daquela conquista com Ney Franco, vê muitas diferenças para agora, mas espera o mesmo desfecho.

– São competições e equipes completamente diferentes. Aqui se trata de uma equipe profissional, de um campeonato entre clubes e é diferente de uma Seleção. Mas é sempre bom lembrar, traz ótimas recordações. Espero poder repetir o feito aqui no São Paulo – disse quando embarcava para Santiago.

Sem Luis Fabiano, Lucas é a principal esperança de gols do Tricolor. Ainda mais depois de ter marcado três no último jogo, na vitória por 4 a 2 sobre o Sport, no Recife.

Foi a primeira vez que o camisa 7 conseguiu esse feito como profissional. Antes, tinha conseguido justamente na partida que deu título para aquela Seleção sub-20 de Ney Franco (veja mais detalhes abaixo).

Com experiência internacional na bagagem, a dupla é fundamental para o sucesso do São Paulo logo mais nas quartas de final da Copa Sul-Americana, em Santiago.

O sucesso de Ney e Lucas juntos
Na primeira fase, o Brasil terminou como líder de seu grupo, que também tinha Equador, Colômbia, Paraguai e Bolívia. A equipe venceu três jogos e empatou. No hexagonal decisivo, Ney Franco conduziu o time a quatro vitórias e uma derrota para garantir o título. Na última partida, contra o Uruguai, goleada por 6 a 0, com direito a três gols de Lucas, assegurou título, vaga no Mundial Sub-20 e nos Jogos Olímpicos de Londres, competição em que o Brasil fracassou na busca pelo ouro.

Outros são-paulinos
Aquela convocação de Ney Franco interferiu no início da temporada de 2011 do São Paulo. Além de Lucas, Bruno Uvini, Casemiro, Henrique e Willian José também estavam presentes no grupo que conquistou o Sul-Americano.

Ausente do Mundial
Apesar de ter sido peça importante para levar o Brasil ao Campeonato Mundial Sub-20, Lucas não esteve presente na competição. Isso porque ele foi convocado por Mano Menezes para defender a Seleção principal na Copa América, realizada na Argentina.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*