Depois de ir à UTI, Muricy quer ser “paz e amor” e vencer vício de futebol

Com medo de voltar à UTI por problemas ligados a seu sangue quente, o técnico Muricy Ramalho não quer mais brigar, se estressar, gritar, se irritar, perder a cabeça. Prefere manter a saúde. Quer superar o que ele mesmo chamou de “vício de futebol”.

Nas férias, que começam na segunda-feira, o técnico vice-campeão brasileiro só quer ficar de frente para a praia, comer peixe frito e beber cerveja.

Trata-se de uma decisão tomada depois de que ele teve uma arritmia cardíaca que o deixou na UTI por dias em setembro. Desde então, tem tentado adotar um estilo mais “paz e amor”, que evita o confronto até o último momento. Que evita até se dedicar de forma tão visceral à rotina de um técnico de ponta.

“Eu estou muito viciado em futebol, e isso não é bom. Não consigo ficar sem vir aqui todo dia. Tenho que tomar cuidado muito grande com isso. Vamos ficando mais velhos e dando mais valor às coisas da vida e não se apegar a discussões que não acrescentem nada”, afirmou o treinador. “O susto que eu passei… não dá pra ficar brigando toda hora.”

Em setembro, Muricy teve uma taquicardia considerada leve, mas que o levou a UTI por precaução. Ele chegou a perder jogos do São Paulo e foi substituído pelo auxiliar técnico Milton Cruz.

Logo depois de retornar ao banco de reservas, já foi possível perceber que o técnico tentava manter a calma em momentos em que antes ele explodia. Em entrevistas coletivas, o estilo turrão continuou, mas o confronto com jornalistas se tornou mais raro.

O técnico ouviu um pedido da família para que se dedicasse menos e de forma menos intenso ao esporte. Ele concordou com o pedido.

Apesar da vontade de relaxar mais, o treinador não conseguirá desligar 100% da rotina do clube durante as férias. Ele já decidiu não viajar com a família e ficará em São Paulo enquanto o clube negocia reforços para o ano que vem.

Apesar de Muricy não estar na linha de frente das negociações, ele sabe que eventualmente será chamado a conversar com alguns jogadores cotados para chegar ao time.

Antes de sair de férias, o São Paulo joga pela última vez no ano no domingo, contra o Sport, em Pernambuco. O jogo servirá apenas para cumprir tabela, já que as duas equipes já não brigam mais por nada na competição.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.