Departamento médico vazio. Elenco quase completo para jogo contra o Colón

Depois de sofrer com lesões, suspensões e a ausência de atletas pelos mais diversos motivos, o técnico Diego Aguirre viverá uma situação inusitada na próxima quinta, quando o São Paulo enfrenta o Colón, da Argentina, no jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Para esta partida, a comissão técnica do Tricolor não terá ninguém no departamento médico e apenas Brenner, suspenso pelo cartão vermelho, será desfalque.

Após recuperar Rodrigo Caio de uma cirurgia no pé esquerdo e Edimar de um entorse no tornozelo esquerdo, o departamento médico do São Paulo ficou vazio. Atualmente, apenas o zagueiro Lyanco – jogador do Torino, da Itália – trabalha no Reffis do CT da Barra Funda.

Sendo assim, dos 24 jogadores que o clube tem à sua disposição para o torneio organizado pela Conmebol, 23 deles (exceção ao garoto Brennner) têm condições de viajarem para Santa Fé. A diversidade de opções tem sido um fato raro para o São Paulo nesta temporada.

O problema, porém, é que o regulamento da competição permite que apenas 18 atletas sejam relacionados para a partida. Desta forma, o técnico Diego Aguirre terá que pensar bastante para formar seu banco de reservas. Afinal, o duelo com os argentinos exigirá muito do São Paulo, que precisa reverter a derrota, por 1 a 0, sofrida no Morumbi.

Diante deste contexto, a comissão técnica pode até levar dois nomes que não aparecem na lista do São Paulo há alguns bons jogos: o zagueiro Rodrigo Caio e o lateral Régis. Ambos foram reintegrados ao elenco e treinam normalmente com o restante dos atletas do Tricolor.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*