Denilson tenta esquecer expulsão e ainda sonha com título brasileiro

A expulsão ainda no primeiro tempo da vitória por 3 a 2 sobre o Huachipato (CHI) segue incomodando Denilson. No desembarque da delegação do São Paulo no Brasil na noite da última quinta-feira, o volante desabafou contra a decisão do árbitro paraguaio Antonio Arias, que mostrou dois amarelos ao marcador em apenas 36 minutos da partida válida pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O lance deixou o goleiro Rogério Ceni e até mesmo o técnico Muricy Ramalho, que dificilmente critica a arbitragem, revoltados.

– Imaginem para mim. Eu estava com muita vontade de ajudar o time, mas aocnteceu isso. Os dois lances de falta não foram para cartão e ele mostrou. Fui expulso. Agora, infelizmente, é só aceitar e pensar no Campeonato Brasileiro, em que estamos na briga pelo título – reclamou o camisa 15 do Tricolor.

Para deixar a expulsão, a sétima do São Paulo no ano, no passado, Denilson quer vencer o Bahia neste sábado para seguir sonhando com o título do Brasileirão. A partida contra os baianos está marcada paras 18h30 no Morumbi e pode fazer com que o Tricolor encoste novamente nos líderes Cruzeiro e Internacional. A aposta é que os nordestinos também estão desgastados por viagem ao Peru pela Copa Sul-Americana.

– Existe o cansaço dos dois times. O Bahia também descansou alguns atletas para o jogo de sábado e nós temos alguns voltando da Seleção Brasileira (Kaká, Souza e Ademilson). Com certeza quem estiver em campo vai dar o máximo para conseguir a vitória – projetou.

Além do trio de selecionáveis, devem reforçar o São Paulo o zagueiro Rafael Toloi e o volante Maicon, recuperados de lesão, e o centroavante Luis Fabiano, que não encarou o Huachipato por estar suspenso.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*