Denilson se anima: ‘Quando sair meu 1º gol pelo São Paulo, não vai parar’

Denilson estreou pelo São Paulo em uma derrota, nessa quarta-feira, diante do Atlético-PR. Mas o atacante de 21 anos, que chegou dizendo que traria alegria ao time, tratou de mostrar otimismo na análise do que faltou em sua primeira apresentação pelo clube.

– Faltou o gol. Mas, quando sair meu primeiro gol pelo São Paulo, não vai parar – disse o jogador, chegando a abrir o sorriso com sua própria declaração, mantendo a visão positiva mesmo com a equipe a um ponto da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

– Eu fico feliz por ter estreado. Infelizmente, o resultado não veio. Mas, no futebol, todas as equipes passam por isso, não é diferente com o São Paulo. Espero ajudar a equipe e o professor Rogério. Vamos sair dessa situação. Quando o time voltar a vencer, vai sair de perto da zona de rebaixamento – apostou.

Pelo que Denilson mostrou em sua atuação nessa quarta-feira, em Curitiba, a torcida pode esperar mesmo um jogador que não tem medo de arriscar. Entrou no intervalo, no lugar de Cícero, e foi quem mais deu finalizações certas do time, segundo o Footstats: duas, ambas paradas pelo goleiro Weverton. E ele ainda finalizou uma terceira vez, para fora.

O camisa 41, que já tinha ficado no banco de reservas no domingo e foi apresentado oficialmente na última terça-feira, também teve movimentação. Com sua entrada, Rogério Ceni armou o time no 4-2-3-1, com ele aberto pela esquerda. Mas Denilson se mexeu bastante e foi uma das razões para o Tricolor ocupar o campo ofensivo no segundo tempo.

Ele foi formado nas categorias de base do Fluminense e está emprestado pelo Granada, da Espanha, até dezembro, com esperança de prosseguir no Morumbi depois desse período. O atacante de 21 anos atuou pelo Avaí nos primeiros meses desta temporada, marcando oito gols no Campeonato Catarinense.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*