Defesa mostra defeitos e Bauza estuda mudanças para pegar o River

Ponto mais elogiado do São Paulo neste início de temporada, a defesa tricolor deu no último sábado, contra o São Bernardo, os primeiros indícios de insegurança no ano, justamente no último teste do técnico Edgardo Bauza antes de encarar a decisão contra o River Plate, pela Taça Libertadores da América, na quinta, às 19h30 (de Brasília), no estádio Monumental de Núñez.

Até o revés contra o São Bernardo, que fez 3 a 1 de virada em pleno estádio do Pacaembu, os são-paulinos haviam sido vazados seis vezes em nove jogos, sendo que, apenas no clássico contra o Corinthians, Denis teve de buscar a bola na rede em duas oportunidades.

Os três tentos sofridos diante dos representantes do ABC, porém, marcam a primeira vez que a defesa sofre mais de dois gols desde o dia 22 de novembro de 2015, quando acabou goleada por 6 a 1 ante o arquirrival, em Itaquera. Tudo isso somado pode promover mudanças na escalação, que teve Lugano, mas deve ganhar Maicon no setor.

Além disso, Bauza afirmou que vai reavaliar a condição física de seus comandados durante a semana, buscando escalar aqueles que estejam com a melhor potência para aguentar a intensidade de uma disputa de Libertadores. Nomes que têm sido questionados, como o do lateral direito Bruno e o do atacante Centurión, por exemplo, devem passar pelo crivo da comissão técnica.

A ideia do argentino é ir ao seu país-natal com uma proposta mais defensiva da que tem adotado nas últimas partidas. Para Patón, o atual campeão do torneio vai tentar sufocar os tricolores dentro de seus domínios, abrindo espaço para um contra-ataque. Nada, porém, que impeça o time de ir a Buenos Aires em busca da vitória, sem deixar River e Strongest abrirem seis pontos de diferença no Grupo 1 do torneio.

“O jogo contra o River é de Libertadores, vamos jogar de visitante, não vai ser fácil, mas minha ideia é ganhar. Se calhar de ser um empate, vamos ver. Mas a ideia é buscar uma partida em que encontraremos um time que nos vai atacar e temos de fazer um sistema sólido para contra-atacar e ganhar a partida”, observou, pedindo que os comandados esqueçam rapidamente o tropeço ante o Bernô.

“Agora temos que nos recuperar desse golpe, que não era o que pensávamos, e tratar de pensar no time que vai jogar em Buenos Aires, que ainda não sei qual será. Pela camisa que vestimos, sempre temos de entrar para ganhar e honrar a história do clube”, pediu o comandante, que, depois dos compatriotas, ainda terá pela frente o clássico contra o Palmeiras, no dia 13, no Pacaembu, e o embate frente ao Trujillanos-VEN, no dia 16, na Venezuela.

“Temos River, Palmeiras, depois viagem a Venezuela, que é complicada pela distância e toda a logística necessária. Mas eu tenho certeza que os atletas estão preparados para isso, sabem o que vão encontrar. Vamos ver quem está bem fisicamente para aguentar esse ritmo. Caso alguém não esteja bem nesse aspecto, vou sacar do time”, encerrou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “Defesa mostra defeitos e Bauza estuda mudanças para pegar o River

  1. O melhor que pode acontecer é jogar bem fechadinho mesmo, assumindo a nossa completa inferioridade. Eu colocava três zagueiros e jogava por uma bola. Time fraco não tem que inventar.
    Vai perder mesmo. É melhor só tentar evitar. Se sair pro jogo, aí ferrou.

  2. Putz, vai ser outro sofrimento na Argentina , só espero que desta vez a derrota não venha acompanhada de vexame.

    Tomara que o santo Paulo interceda pelo nosso time, pois nem o técnico sabe mais o que está fazendo.

  3. Com certeza Lugano nao pode jogar mais que meio tempo, ou no inicio ou no fim, e Bauza nao vê isso, e bem ou mal Mena é o melhor que temos na lateral, pode ser ruim para atacar mas para defender tem qualidades, e na direita o Bruno é o que temos de melhor.

  4. Com certeza, precisando de atacar e tirar o Centú, seu protegido, nosso trenero vai entrar com o Wesley pelo lado direito. Dá-lhe, Dá-lhe, Paton!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*