Defesa exagera no direito de falhar e São Paulo perde no Rio

A briga na ponta da tabela continua quente e não perdeu nenhum candidato ao título. O Fluminense viu os concorrentes Atlético-MG e Vasco vencerem e não fez por menos. A equipe das Laranjeiras venceu o São Paulo por 2 a 1 com gols de Leandro Euzébio e Fred, Cícero descontou, e ficou a apenas três pontos do Galo, líder da competição. A partida em São januário foi marcada mais pela correria do que pelas chances de gol.

O jogo começou bastante rápido, mas as equipes pecavam na hora de dar o último passes e as defesas se sobressaíram muito, evitando qualquer oportunidade clara de gol. A bola estava muito no meio de campo e, até lá, as ações eram equilibradas, deixando indefinido o domínio da partida apra uma ou outra equipe.

A primeira boa oportunidade da partida surgiu apenas aos 18 minutos, quando Thiago Neves fez ótimo lançamento para Rafael Sobis, que dominou na frente da zaga, driblou João Filipe e chutou raspando a trave direita do goleiro Rogério Ceni, que, sem reação, apenas observou a bola sair pela linha de fundo.

Aos 28 minutos, Wallace quase colocou tudo a perder. Em uma bola pelo lado direito da grande área do Fluminense, o camisa 16 tentou passar por Ademílson que lhe tomou a bola e tocou para Jadson. O camisa 10 do São paulo tocou com categoria para o gol, mas Diego Cavalieri desviou a bola com os dedos e realizou uma grande defesa.

As boas oportunidades começavam a aparecer, mas a agressividade das duas equipes ainda era baixa e o jogo era marcado pelo respeito das duas equipes com seu adversário. O passe final continuava a ser o pior dos fundamentos e, por isso, a monotonia só não tomava conta pela boa troca de passes e pela expectativa do acerto.

O acerto veio apenas aos 35 minutos. Em falta próxima à grande área do São Paulo, Thiago Neves pediu que os zagueiros do Fluminense fossem para a grande área. Com a jogada aérea reforçada pela altura de ambos os defensores, o camisa 7 levantou a bola e, Leandro Euzébio, no meio da zaga adversária, desviou de cabeça, de costas para o gol, e abriu o placar sobre o time de Rogério Ceni, que saiu junto com o camisa 4, mas não achou nada.

No entanto, quem com ferro fere, com ferro será ferido. Em uma jogada semelhante, Jadson levantou bola na área do Fluminense e Cícero, sem qualquer marcação, desviou de cabeça para o fundo do gol e empatou a partida a dois minutos do fim do primeiro tempo.

Flu marca com Fred e administra

O segundo tempo começou a todo vapor. Logo aos 5 minutos, o Fluminense fez questão de retomar a frente do placar. Jean, ex-São Paulo, ergueu uma bela bola na área de seu antigo clube na cabeça do artilheiro Fred que cabeceou no contrapé de Rogério Ceni para marcar o segundo gol do Fluminense.

No minuto seguinte, boa investida do Fluminense. Fred tabelou com Wágner que devolveu errado. O zagueiro João Filipe cortou mal, Rhodolfo não conseguiu tirar e Rafael Tolói chegou atrasado. Rogério Ceni  cosnegue afastar e, na sobra, Rafael Sobis chutou de fora da área, mas a bola passou longe da meta sãopaulina.

O gol deu novo ânimo ao Fluminense, que comandava as ações e o São paulo apostava nos contra-ataques em velocidades, mas ainda errando o último passe. As chances do Fluminense esbarravam na forte marcação da equipe paulista, mas eram mais constantes.

Aos 27 minutos isso ficou muito claro. Thiago neves cruzou forte e Rafael Moura retomou a bola pela direita e recuou para Diguinho, que retornou ao time tricolor. O volante enfiou para Rafael Sobis que dominou e chutou forte raspando a trave esquerda do goleiro Rogerio Ceni.

Com a entrada de Diguinho no lugar de Wágner, o Fluminense perdeu um pouco na criação de jogadas, mas ganhou na contenção dos avanços são-paulinos e, nos contra-ataques, criava perigo ao gol de Rogério Ceni. Ao tricolor carioca, bastou equilibrar as ações e administrar a vitória por 2 a 1.

Na próxima rodada, o Fluminense recebe o Palmeiras, no Engenhão, no próximo domingo, às 18h30. No mesmo dia, às 16h, o São Paulo recebe o Grêmio, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 1 SÃO PAULO

Local: São Januário (RJ)
Data/hora: 9/8/2012 – 21h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Nadine Câmara Bastos (SC) e Bruno Boschilia (PR)
Cartões amarelos: Rafael Tolói, Jadson (SPO);
Cartões vermelhos:
Renda/Público: R$ 61.604,00/3.938 pagantes/5.799 presentes

GOLS: Leandro Euzébio 35’/1ºT (1-0); Cícero 43’/1ºT (1-1); Fred 5’/2ºT (2-1)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wallace, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean, Wágner (Diguinho – 26’/2ºT) e Thiago Neves (Matheus Carvalho – 34’/2ºT); Rafael Sobis e Fred (Rafael Moura – 13’/2ºT) – Técnico: Abel Braga.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; João Filipe (Paulo Assunção – 24’/2ºT), Rafael Toloi e Rhodolfo; Douglas, Denilson, Maicon (William José – 14’/2ºT), Jadson e Cortez, Ademilson e Cícero (Casemiro – 31’/2ºT) – Técnico: Ney Franco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*