De olho em títulos, Souza promete fazer treinos em casa depois do Natal

O Brasileirão acabou, as férias começaram e, até a reapresentação, os jogadores vão só relaxar e curtir. Apesar de ser o desejo, a rotina não será bem essa. Segundo Souza, do São Paulo, ele voltará às atividades logo após o Natal. Integrante do Grupo 2, com o campeão San Lorenzo, o uruguaio Danubio e podendo ter Corinthians como avdersário, o Tricolor terá bons desafios em 2015.

– Tem de ter um pouco de férias, senão a cabeça explode. É óbvio que vamos pensar em Libertadores, ainda mais agora podendo ter um clássico, mas tem de apertar o botão off, desligar um pouco, para curtir dez ou 15 dias de férias e só depois treinar em casa para não voltar no zero. Por mais que a gente queira, não consegue esquecer a Libertadores. Serão jogos difíceis, uma competição muito dura, mas temos elenco. Nos primeiros dez dias vou ficar na praia, no Rio de Janeiro, com a família. Depois vou voltar a correr e fazer musculação para não chegar zerado no clube – afirmou o jogador, após ser premiado como parte da seleção do Brasileirão, durante o programa “Bem, Amigos!”.

Caso o Corinthians passe pelo rival colombiano – ainda indefinido -, o clássico Majestoso terá mais um capítulo marcante em sua história, pela primeira vez na competição sul-americana. O que agrada o volante são-paulino.

– Sinceramente, não gosto muito de viajar. Este ano viajamos demais, e o Corinthians é daqui. O San Lorenzo é de Buenos Aires, que é pertinho, depois tem o time do Uruguai, que é perto também, e agora o Corinthians. Acho que é bom, é clássico, a torcida vai lotar o Morumbi. É bom para quem vê e para quem joga. Esperamos sair bem fortes dessa fase.

Sem Kaká, que partiu para o Orlando City, dos Estados Unidos, o São Paulo deve se reforçar para a competição. Até o momento, o único anunciado foi o lateral Carlinhos, ex-Fluminense.

– Já contrataram o Carlinhos e a gente sabe que vão chegar outros, até porque o gurpo que caímos (na Libertadores) faz a diretoria correr atrás desses jogadores. Mas sabemos que o grupo que temos em mãos já é suficiente para brigar por títulos – exaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.