Daniel diz que foi esquecido no São Paulo

Contratado pelo São Paulo no fim de 2014 com status de novo Messi adquirido após as boas atuações com a camisa do Botafogo durante aquela temporada, o jovem meio-campista Daniel, de apenas 24 anos, não teve uma passagem gloriosa pelo clube do Morumbi. A recuperação lenta de uma cirurgia no joelho direito e as poucas oportunidades de entrar em campo (apenas 16 partidas) resultaram no esquecimento do jogador, que acredita que poderia ter recebido mais chances no Tricolor.

– Realmente acho que deveria ter tido mais oportunidades enquanto estive no clube. Sempre busquei isso e sempre treinei forte para ganhar as minhas oportunidades, mas não tive tantas como eu gostaria e precisava depois de ficar tanto tempo parado. Futebol é assim: hoje em dia, os clubes precisam de quem está bem no momento e, como eu precisava de um treinamento mais específico, acredito que fui um pouco esquecido no São Paulo. O clube também não vem em uma grande fase faz um tempo. Acredito que isso tenha atrapalhado um pouco – falou o jogador ao LANCE!

Daniel tem contrato com o São Paulo até o fim desta temporada. O jogador, no entanto, nem sequer está treinando no CT da Barra Funda e está fora dos planos do Tricolor. A tendência é de que após ser emprestado para o Coritiba, no ano passado, e para a Ponte Preta, no Paulistão desta temporada, seja novamente cedido para algum outro clube. Sport e América-MG procuraram os representantes do atleta, mas ainda não houve uma definição.

Em entrevista exclusiva, o jogador não deu como encerrada sua passagem pelo São Paulo em, inclusive, traçou como objetivo ganhar uma nova chance no clube do Morumbi. Maior empecilho de sua carreira, as lesões foram superadas e o meio-campista se diz em plenas condições físicas para voltar a desempenhar seu futebol. Confira!

Por que você não está treinando no CT da Barra Funda, já que ainda tem contrato com o São Paulo?
Acho que é mais por conta da indefinição. Acredito que hoje (terça) ou amanhã deve ter alguma definição sobre a minha situação e devo ir para algum outro time ou volto a treinar no São Paulo.

Você está pagando o seu treinamento do seu próprio bolso?
Sim. Gosto de fazer um trabalho à parte, mais específico para o que meu corpo precisa. Estou dando continuidade ao trabalho que estava fazendo na Ponte Preta, mas por minha conta mesmo.

Como foi sua passagem pela Ponte Preta?
Cheguei ao clube depois da pré-temporada e fiz um trabalho bem legal com o pessoal da preparação física. Consegui ganhar meu espaço com o Eduardo Baptista e fiz alguns bons jogos lá. Consegui jogar 90 minutos, algo que não acontecia desde que tive o problema no joelho. Acredito que fui bem na Ponta e foi uma vitória pessoal. Depois, a diretoria decidiu não manter o Eduardo e eu não tive mais oportunidades com o Doriva. Acabamos não renovando.

A diretoria da Ponte te procurou para renovar o empréstimo com o São Paulo?
Eles tinham me procurado para renovar e no meio dessa negociação, a Ponte trocou o treinador e não falaram mais comigo. Como eu não tive tempo para ter oportunidade com o Doriva acredito que eles não tiveram mais interesse em renovar meu contrato.

Qual é o seu projeto de carreira neste momento? Pretende disputar o Brasileirão ou gostaria de jogar fora do país?
Não tenho participado tanto das negociações. O meu empresário está trabalhando com isso e estou esperando uma definição. Enquanto isso, sigo me preparando para estar bem quando aparecer um time. Para mim, não chegou nada. Devo ter uma reunião com ele hoje (terça) e algumas propostas serão apresentadas. Mas não há nada certo ainda.

Seu nome foi cogitado no Sport e no América-MG, duas equipes que disputam a Série A do Brasileirão. Cogitou jogar em algum desses clubes?
Não, não cogitei nenhum clube ainda. Como te disse, não chegou nada ao meu ouvido. Não sei como estão as conversas com os clubes. Eu estou na espera para definir essa situação em breve. Quero seguir minha carreira.

As lesões atrapalharam sua passagem no São Paulo. Hoje, como você está fisicamente? Tem condições de jogar uma partida inteira?
Como eu havia dito, consegui jogar 90 minutos na Ponte e foi uma vitória pessoal imensa. Depois de ficar tanto tempo sem jogar, consegui isso novamente. Estou 100% fisicamente e me sinto no meu melhor momento. Estou confiante de que esse ano vou conseguir voltar a jogar meu futebol.

Você tem contrato com o São Paulo até o fim deste ano, mas a tendência é de que não seja aproveitado no Tricolor. Você dá por encerrada a passagem pelo clube?
Não, não dou por encerrada. Ainda tenho contrato com o clube. Gosto muito do São Paulo, mas acredito que eu tenha que mostrar meu futebol em algum outro lugar para mostrar que posso ter espaço dentro do time do São Paulo. Não dou como encerrada minha passagem pelo clube. É um objetivo meu conseguir voltar a jogar no time do São Paulo.

 

Fonte: Lance

3 comentários em “Daniel diz que foi esquecido no São Paulo

  1. Um grande erro do Depto Médico…
    Teve a contratação vetada pelo palmeiras por problemas físicos e mesmo assim o SP foi lá e contratou…

    Durante anos recebeu seu salário do SP sem jogar. Se estivesse mesmo preocupado em jogar teria reincidido amigavelmente com o Sp e jogado em outro lugar.

    Agora é esperar o contrato vencer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*