Daniel Alves escreve para Bolsonaro: ‘Deveria prezar pelo bem do povo’

Daniel Alves, capitão do São Paulo e da Seleção Brasileira, manifestou-se em seu Instagram sobre o discurso do presidente da República, Jair Bolsonaro, na noite desta terça-feira, sobre a pandemia do novo coronavírus.

Bolsonaro voltou a falar em “histeria” motivada pela mídia e declarou que o país deve voltar à normalidade, indo contra as recomendações da Organização Mundial da Saúde, que sugere isolamento social para conter o avanço da COVID-19.

– O vírus chegou, está sendo enfrentado por nós e brevemente passará. Nossa vida tem que continuar, os empregos devem ser mantidos, o sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade. Algumas poucas autoridades, estaduais e municipais, devem abandonar o conceito de terra arrasada. A proibição de transportes, o fechamento de comércio e o confinamento em massa – disse o presidente.

Em sua manifestação, Daniel Alves escreveu que ele deveria prezar pelo bem do país e de seu povo.

“Senhor presidente, respeito muito a sua presidência, respeito muito vossa senhoria, mas são muitas famílias e muitas pessoas trabalhando em prol do combate a essa pandemia e o senhor, como a pessoa mais importante desse país, deveria também prezar pelo bem do nosso país e do nosso povo. É um momento muito difícil para o mundo e para nossa população, não devemos desfazer dessa situação, sobretudo se não temos cura para ela. Como um humilde cidadão eu venho expressar a minha opinião, pois não quero viver sem poder compartilhar momentos com as pessoas nem viver com medo delas!! QUE DEUS ABENÇOE O BRASIL E O MUNDO!!”, postou o são-paulino, com a hashgtag “fique em casa por amor ao próximo”.

O próprio São Paulo se manifestou em suas redes sociais sobre o tema pouco depois da fala de Bolsonaro, reforçando o pedido para que as pessoas mantenham o isolamento social. Na capital paulista, por exemplo, começou a valer nesta terça-feira a quarentena obrigatória imposta pelo governador João Dória. Apenas unidades de comércio que oferecem serviços essenciais à população podem funcionar.

 

5 comentários em “Daniel Alves escreve para Bolsonaro: ‘Deveria prezar pelo bem do povo’

  1. Sim Daniel Alves seu fdp, fica em casa ganhando 1.5kk. Agora vem pagar minhas contas com as portas do meu comércio fechado. Já mandei empregado embora!!!!

    Cuidem dos que estão em risco e deixem a força do país trabalhar e pagar a conta!!!

    Vamos todos falir!!! O país não suporta fechar!!!!

    Uma coisa é o caos na saúde, outra é o social que vai haver!!!

  2. Não gosto de comentar política em locais que não são destinados a isso, mas já que foi postado, vamos comentar a situação apresentada, o fato de ficar em casa é principalmente necessário por uma estrutura de saúde sucateada ao longo dos anos, investimentos ridículos e total descaso dos nossos desgovernos durante décadas.

    O fato é que o vírus só irá de vez quando uma massa expressiva da população adquirir os anticorpos contra ele, mas para evitar um contágio de muitas pessoas simultaneamente, se pede para ficar em casa porque nosso sistema precário de saúde não suportaria. O problema é que não se tem um pico alto, mas se arrasta a pandemia por muitos meses, vai demorar muito a passar, e nesse ritmo que estamos indo de brincarmos que estamos de férias, tem muita gente cavando sua cova.

    Digo isso desde as primeiras manifestações dessa paralisação total absurda, o que irá matar não será o vírus, mas sim a economia, o que terá de gente desinformada que está achando que estamos caminhando corretamente, mas que daqui 3 meses irá chorar sangue não vai ser brincadeira. Aguardem para ver o caos que estamos plantando. Esses governadores estão brincando de fazer política com a vida das pessoas, e tem muita gente de boa fé sendo iludida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.