Crendo em azar, São Paulo vê vitória em clássico tricolor como obrigatória

Rodrigo Caio reconhece que o São Paulo vem falhando com certa frequência neste primeiro semestre. Após três eliminações no início de trabalho do técnico Rogério Ceni, restou ao elenco tricolor apenas a disputa do Brasileirão, entretanto, nem mesmo o fato de não precisar se dividir entre diversas competições tem contribuído para que a equipe satisfaça os torcedores e a crítica. Para o zagueiro, a perda da confiança e a má sorte em alguns momentos cruciais das partidas estão exercendo um papel crucial no declínio do grupo.

O Tricolor não vence há quatro rodadas. Se no início do Brasileirão a equipe de Rogério Ceni chegou a figurar nas primeiras colocações da tabela, agora a história é bastante diferente e o sinal de alerta contra a zona da degola já está ligado, uma vez que o time ocupa o 14º lugar, com apenas dez pontos em nove jogos.

“É o momento certo da gente mudar essa situação. É nos jogos grandes que grandes jogadores aparecem. Aqui tem grandes jogadores e tenho certeza que vamos sair dessa situação. Em alguns momentos, em quase todos, a gente vem perdendo por lances evitáveis. Quando as coisas não estão dando certo é normal que a bola bata no nosso pé, bata na trave e entre. Temos que jogar contra isso também até readquirirmos a confiança e a sorte vir para o nosso lado.  No domino a gente precisa vencer de qualquer forma. Sabemos da qualidade do time do Fluminense, mas de domingo não pode passar”, afirmou Rodrigo Caio.

Elenco são-paulino voltou a trabalhar nesta sexta-feira para o duelo contra o Fluminense (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

É evidente a pressão sobre o elenco são-paulino. Além da derrota da última quarta-feira, contra o Atlético-PR, fora de casa, o time de Rogério Ceni também somou seu primeiro revés no Morumbi, no último domingo, diante do Atlético-MG. Voltando a jogar em casa neste fim de semana, quando encara o Fluminense, o Tricolor trata o duelo ante os cariocas como uma verdadeira final, já que um novo resultado negativo não só agrava a crise no clube, como também pode deixar o time na zona de rebaixamento.

“A preocupação é nossa também, não só da torcida. Sabemos da dificuldade do Campeonato Brasileiro. Passamos dificuldades no ano passado, espero que possamos crescer, porque quando começa o segundo turno, a dificuldade é ainda maior, a pressão é muito grande. Tivemos grandes oportunidades de vencer o jogo contra o Atlético-PR, infelizmente faltou um pouco de sorte e acabamos perdendo o jogo. Tomamos um gol muito rápido. Desde quando tomamos o gol nós lutamos, criamos algumas chances, mas infelizmente não concluímos a gol. Precisamos reagir o quanto antes, trabalhando, confiando nos jogadores que temos, no nosso treinador, porque precisamos de uma vitória”, comentou o zagueiro são-paulino.

“A gente já está na metade do primeiro turno, e o Campeonato Brasileiro é muito rápido. Precisamos vencer para não passar dificuldades depois””, completou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*