Cortez perde bola, mas não vê falha e culpa árbitro por gol de Fred

No lance que definiu a derrota do São Paulo nessa quinta-feira, Cortez tinha a bola nos pés na meia-lua, mas a perdeu para Wallace, que passou para Jean, sem marcação, cruzar para Fred fazer o gol da vitória do Fluminense por 2 a 1. Em vez de apontar erro seu, o lateral esquerdo reclama de falta ao ser desarmado.

“Não é que falhei. Aconteceu uma falta no lance (do segundo gol do Fluminense), mas o juiz não deu e nos prejudicou”, chiou o camisa 6, que, apesar de protestar no desembarque da delegação na capital paulista nesta sexta-feira, nem se direcionou em campo para manifestar sua opinião ao árbitro Héber Roberto Lopes, que faz parte do quadro da Fifa e apitou o jogo em São Januário mesmo suspenso.

O equívoco do segundo gol da equipe carioca não foi o único de Cortez. Nos acréscimos do primeiro tempo, ele recebeu na pequena área de Cícero e, só com Diego Cavalieri à frente, demonstrou tanta indecisão para finalizar que permitiu a chegada da marcação e acabou tocando com o próprio pé pela linha de fundo.

Dhavid Normando/Photocamera

Cortez perdeu para Wallace a bola que foi de Jean para a cabeça de Fred e acabou nas redes de Rogério Ceni

Na etapa final, logo após o gol de Fred, o lateral esquerdo perdeu outra bola, dessa vez para Wagner, que acionou Fred na ponta esquerda. Quando o centroavante cruzou rasteiro, Cortez ainda se recuperou desviando com o pé, mas Rafael Toloi e Rogério Ceni se atrapalharam e a bola só não foi parar nas redes porque Rafael Sobis isolou no rebote.

 

“A equipe jogou bem, mas infelizmente não conseguiu a vitória. Temos que entrar bem concentrados nos 90 minutos se não podemos perder o jogo em um lance. Foi o que aconteceu”, lamentou Jadson, sem reclamar especificamente de ninguém – no primeiro gol do Fluminense, feito pelo desmarcado Leandro Euzébio, foi Rogério Ceni quem saiu muito mal de sua meta.

Erros à parte, a necessidade no momento é bater o Grêmio no Morumbi para, pelo menos, ficar mais perto da faixa que dá vaga na Libertadores. “Temos obrigação de vencer todos os jogos. Agora precisamos ter tranquilidade para vencer o Grêmio no domingo”, pediu Cortez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*