Contra Penapolense, SP pode ter começo de ano histórico para L. Fabiano

A temporada 2015 começa nesse domingo para o São Paulo, diante do Penapolense, no estádio Tenente Carriço, em Penápolis. Os donos da casa foram algozes dos visitantes no Paulistão 2014, mas têm um time bastante diferente – não faz sentido falar em revanche. Isso, porém, não diminui a importância do jogo: além de ser o primeiro grande teste de 2015, o confronto pode ser histórico para Luis Fabiano, colocando o atacante em um seleto rol de personagens do futebol brasileiro.

Se balançar as redes, o Fabuloso marcará seu gol de número 200 com a camisa tricolor. Ao atingir essa marca, ele não será apenas o terceiro jogador a fazê-lo com a camisa do São Paulo – Serginho Chulapa e Gino Orlando atingiram a marca. Será, também, apenas o 15º jogador na história do futebol brasileiro a conseguir marcar 200 gols por um dos grandes paulistas.

A lista tem Pelé, Pepe, Coutinho, Baltazar, Servílio e Marcelinho Carioca (confira no final da matéria). Luis Fabiano, ao longo da semana, revelou estar ansioso em se juntar a esses nomes. “Quero fazer o gol 200. Queria que fosse no Morumbi, mas não posso esperar né (risos)”, disse o atacante.

Para atingir a marca, o centroavante terá que se virar sem a ajuda do principal articulador de jogadas do elenco são-paulino: Ganso faz fortalecimento muscular e está fora do jogo; o volante Souza também não poderá jogar, pois se recupera de uma pancada na perna direita. Maicon e o reforço Thiago Mendes serão os substitutos.

Sem Ganso, Luis Fabiano terá a companhia de Alan Kardec e Michel Bastos para articular as jogadas ofensivas da equipe. A defesa é a mesma que vem sendo usada por Muricy Ramalho nos amistosos, com os laterais Bruno e Carlinhos, ao lado de Toloi e Edson Silva.

Alexandre Pato, depois de uma breve boa fase em 2014, voltou a figurar entre os reservas. Mesmo sem a presença de Ganso, começara a partida no banco, e pode ganhar uma chance de Muricy na segunda etapa.

Penapolense

Comandado por Narciso, o Penapolense pode ter os desfalques do meia Wellington Bruno e do atacante Crislan, que se recuperam de lesão. Com isso, o São Paulo pode reencontrar um velho conhecido: o meia Sérgio Mota, um dia tido como grande promessa da base tricolor, pode começar jogando.

O objetivo do clube de Penapólis na competição é buscar uma vaga na Série D do Brasileirão. Para isso, conta com os gols de Dimba – outra promessa, que surgiu bem no Santos de Neymar mas acabou não conseguindo conquistar seu espaço.

FICHA TÉCNICA
PENAPOLENSE X SÃO PAULO

Data: 1 de fevereiro de 2015, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Local: Tenente Carriço, em Penápolis (SP)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo e Leandro Matos Feitosa

PENAPOLENSE: Leandro Santos; Arnaldo, Gualberto, Jailton e João Lucas; Gilmar, Fernando, Washington (Sérgio Mota) e Rafael Mota; Dimba e Diego Rosa.
Técnico: Narciso

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Toloi, Edson Silva e Carlinhos; Denilson e Maicon; Thiago Mendes, Alan Kardec e Michel Bastos; Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

Jogadores com mais de 200 gols pelos grandes paulistas:

01) Pelé (Santos) – 1091 gols
02) Pepe (Santos) – 405 gols
03) Coutinho (Santos) – 368 gols
04) Heitor (Palmeiras) – 327 gols
05) Claudio (Corinthians) – 305 gols
06) Toninho Guerreiro (Santos) – 283 gols
07) Baltazar (Corinthians) – 267 gols
08) Teleco (Corinthians) – 255 gols
09) Serginho Chulapa (São Paulo) – 242 gols
10) Neco (Corinthians) – 235 gols
11) Gino Orlando (São Paulo) – 233 gols
12) Feitiço (Santos) – 214 gols
13) Marcelinho Carioca (Corinthians) – 206 gols
14) Servílio (Corinthians) – 201 gols

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*