Condição física e tempo de contrato de Kaká exigirão cuidados do Tricolor

Passada a empolgação inicial pela contratação de Kaká, Muricy Ramalho agora precisa colocar a cabeça no lugar para planejar o curto período em que o meia ficará no São Paulo. A maior preocupação do técnico passa pela condição física do craque, mas confia que ele poderá se tornar peça essencial no time mesmo em apenas cinco meses antes de retornar ao Orlando City (EUA).

– É a oportunidade que teve, de contrato curto, e esse segundo semestre é importante. Temos de aproveitar o grande jogador que ele é. É muito difícil contratar alguém direto do Milan (ITA), então foi importante (parceria com o Orlando City) porque ele abriu mão de muitas coisas. Para ele interessava muito voltar para o São Paulo. E se ele voltou assim é porque ele quer ajudar – apostou o comandante.

Muricy foi cauteloso em toda a negociação para repatriar o ídolo, e não mudou a postura agora que a chegada está definida. O treinador são-paulino prefere esperar a apresentação oficial de Kaká, que acontecerá neste domingo, para poder conversar com o jogador e, com isso, traçar com a comissão técnica o planejamento para a estreia.

– Temos de esperar ele se apresentar para fazer os testes necessários da parte física, que é o que mais preocupa. Mas ele é diferenciado. Quando estiver pronto nós vamos decidir como ele vai jogar, mas vamos respeitar a característica dele e o que for melhor para o time – explicou Muricy.

Se depender da vontade do presidente Carlos Miguel Aidar, a estreia de Kaká acontecerá no dia 19 de julho, quando o São Paulo enfrenta a Chapecoense no Morumbi pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*