Comprometimento com o Tricolor

Assim como foi feito em alguns jogos da temporada 2014, o elenco tricolor não precisou dormir no Centro de Treinamento da Barra Funda após as atividades da última terça-feira (3) e se reapresentou apenas no início de tarde desta quarta (4) para iniciar o processo de concentração. No Pacaembu, às 19h30 (de Brasília), o São Paulo enfrentará o Capivariano pela segunda rodada do Campeonato Paulista de 2015.

Comprometidos, os atletas cumpriram o horário estipulado pela comissão técnica, que sempre elogiou o profissionalismo dos jogadores ao longo da temporada passada. O meio-campista Maicon, titular na estreia diante do Penapolense (3 x 1), chegou ao CT acompanhado da filha, a pequena Gabrielly, que recebeu as boas-vindas do goleiro Rogério Ceni. A iniciativa da comissão técnica, elogiada pelos jogadores, foi para minimizar os efeitos das seguidas viagens que a delegação terá pela frente.

No dia 18 deste mês, o clube fará a sua estreia na Libertadores da América, que contará com viagens para Argentina (San Lorenzo) e Uruguai (Danubio), além de encarar Corinthians ou Once Caldas-COL na fase de grupos. Seguindo a programação estipulada por Muricy Ramalho, o grupo chegou ao CT às 12h e, na sequência, almoçou.

Depois, os atletas seguiram para os quartos e iniciaram o processo de concentração para o duelo desta noite, que marcará o primeiro compromisso do clube na capital paulista em 2015. O Tricolor entrará em campo com a missão de manter os 100% de aproveitamento neste início de Estadual e, assim, assegurar a primeira colocação no grupo.

Confira as imagens da chegada dos atletas, que ganharam o voto de confiança da comissão técnica!

 

Fonte: Site Oficial

5 comentários em “Comprometimento com o Tricolor

  1. Só para lembrar, em 2005 não tínhamos laterais e sim ala. Lateral primeiro marca e se der depois ataca, ala ataca e depois volta para marcar!!!

    O esquema era 3-5-2!

  2. A palavra comprometimento, só me faz lembrar de Alvaro Pereira. Paulo, tow com a sensação q o SPFC fez besteira em negociar o Palito, as laterais estavam prontas com o Palito e o Hudson, bem postados defencivamente, pois é oq precisamos, pois ataque, jogadores ofencivos, nós temos de sobra. Já ouvi até falar q Muricy começou a se arrepender com Carlinhos e Bruno, e os buracos q eles costumam deixar com suas subidas. Qual sua opnião, pensa do mesmo jeito?

    • Nossos laterais na conquista do mundo em 2005 eram Junior e Cicinho, muito mais ofensivos do que defensivos. Pode-se alternar/equilibrar colocando o Hidson pra liberar o Carlinhos, isso lógico dependendo do jogo e do adversario

      • Disso eu não tenho dúvida Maurício, a diferença(GRANDE) é q akele time tinha ZAGA, esse não, e os laterais nem se comparam com os 2005. Os dois recém contratados, nem atacam nem defendem, mas lógico q isso pode se ajustar com o tempo. O problema Maurício, é oq eu tinha falado no primeiro post, os outros(Palito/Hudson) ja estavam PRONTOS e ENTROSADOS

        • Concordo contigo Vinicius, mas o Álvaro Pereira QUERIA sair, então não adianta forçar pra ficar, já era. Em relação a zaga, não vejo pq nosso treinero não cogita a volta dos esquema 3-5-2. Seria interessante pela característica dos alas e pela fragilidade da zaga…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*