Como Cuca pode montar o ataque do São Paulo contra Chapecoense

A lesão sofrida por Pablo no clássico contra o Palmeiras implicará mudanças no setor ofensivo do São Paulo para o duelo com a Chapecoense, na segunda-feira que vem, no Morumbi, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Raniel e Jonas Toró são os favoritos a substituir o centroavante.

Por ter características mais semelhantes às de Pablo, Raniel pode largar na frente na disputa pela vaga. Um indício desta mudança foi a escolha de Cuca pela entrada do ex-Cruzeiro na vaga do camisa 9, substituído no intervalo em função da lesão ligamentar no tornozelo direito.

Mais acostumado a jogar como referência na área, Raniel foi elogiado pelo técnico Cuca após o empate por 1 a 1. Em sua primeira ação na estreia, ele tabelou com Tchê Tchê e saiu na cara de Weverton, que impediu o gol defendendo o chute com os pés.

Caso ele inicie como titular na próxima segunda-feira, a tendência é que Alexandre Pato fique mais aberto à esquerda, e Antony, na direita. A questão física, porém, pode atrapalhar os planos do atacante, que no Cruzeiro ocupava a reserva de Fred – ele só fez 11 jogos pela equipe mineira no ano.

A outra opção de Cuca é escalar Toró na ponta esquerda, deixando o ataque mais rápido. A entrada do veloz atacante, contudo, exigiria uma mudança no posicionamento de Pato, que voltaria a jogar como centroavante, função que já disse não ser sua preferida.

Já Marquinhos Calazans, que também atua mais pelas beiradas, corre por fora na disputa pela vaga de Pablo. No próprio Choque-Rei, inclusive, Cuca demonstrou preferência por Toró para substituir Alexandre Pato, aos 26 minutos do segundo tempo.

As primeiras experiências de Cuca devem ocorrer no treino da tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda, onde o elenco se reapresenta após um dia de folga. O duelo com a Chapecoense está marcado para a próxima segunda, às 20 horas (de Brasília), no Morumbi.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Como Cuca pode montar o ataque do São Paulo contra Chapecoense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.