Com vaga “nas mãos”, Denis joga por paz e quer novo contrato no São Paulo

Se Denis não sofrer gols nesta quarta-feira, no estádio Independência, o São Paulo estará classificado para a semifinal da Taça Libertadores. Um passo histórico e decisivo para um personagem que ganha importância a cada avanço.

A vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG, no Morumbi, deu ao Tricolor a possibilidade de poder empatar ou perder por um gol de diferença, desde que também faça pelo menos um gol. Desde 1992, o São Paulo chegou a sete semifinais do torneio, sempre com um grande ídolo na posição: Zetti até 1994, e Rogério Ceni em 2004, 05, 06 e 10.

Entrar para essa galeria seria importantíssimo para o goleiro que convive com a pressão de ser o sucessor de Ceni, as críticas pelas falhas na fase de grupos e o iminente término do contrato. Apesar de seu vínculo durar apenas até 31 de agosto, a diretoria alega que há tempo hábil para concretizar um novo acordo. Uma postura diferente do caso de Paulo Henrique Ganso.

O meia tem contrato até setembro de 2017, mas o presidente Leco quer renovar o vínculo agora. Para isso, admite subir o teto salarial de aproximadamente R$ 300 mil.

Denis cometeu erros diante de River Plate (1×1 na Argentina, e 2×1 no Morumbi) e The Strongest (1×1 na Bolívia). Expulso em La Paz, foi substituído por Renan Ribeiro na golada por 4 a 0 sobre o Toluca, pelo primeiro duelo das oitavas de final. No jogo de volta, foi contestado em um dos três gols do time mexicano. Lance discutível. Na semana passada, segurança nas poucas defesas que precisou fazer. Pela necessidade atleticana e seu poder ofensivo no Horto, Denis sabe que a realidade nesta quarta-feira deverá ser bastante diferente, com muitas bolas em direção a ele.

Sem o peso da faixa de capitão, que foi sua durante boa parte da primeira fase, mas acabou com Hudson depois de sua expulsão, o camisa 1 tenta se livrar de comparações e passar um mês de tranquilidade, até a semifinal do torneio, que ficará paralisado durante a Copa América Centenário e será reiniciado em julho. Classificar-se faria muita diferença para Denis.

Veja as informações do Tricolor para o jogo contra o Atlético-MG nesta quarta-feira:

Local: Independência, Belo Horizonte-MG
Data e horário: quarta-feira, 21h45 (de Brasília)
Escalação provável: Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Kelvin, Ganso e Michel Bastos; Calleri.
Desfalques: Wilder, Breno, Carlinhos, Daniel, João Schmidt, Caramelo e Centurión
Transmissão: TV Globo para SP, MG, RS, SC, PR, GO, TO, MS, MT, SE, PE (menos Petrolina), RN, PA (menos Santarém) e AP (com Cleber Machado, Casagrande, Bob Faria e Leonardo Gaciba) e SporTV (com Milton Leite e Mauricio Noriega)
Arbitragem: Andrés Cunha, auxiliado por Carlos Pastorino e Horacio Ferreiro (todos do Uruguai)

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Com vaga “nas mãos”, Denis joga por paz e quer novo contrato no São Paulo

  1. Tb acho q nem deveria renovar, busca outro e da chance ao Renam Ribeiro nossa libertadores poderia ser bem mais facil não fosse o chama gol, ontem pra mim falhou nos dois gols sem contar a bola na trave do galo ja tava caido dentro do gol….
    Sem confiança inseguro nao admitia falhas não serve pro SP…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.