Com reforços, Tricolor tenta combater crise com treino mais leve

O São Paulo tenta superar o ambiente turbulento que o elenco foi submetido após a surpreendente derrota para o Strongest, no Pacaembu, pela Libertadores da América. Neste sábado, a comissão técnica fez questão de mudar a rotina no CT da Barra Funda. O trabalho físico que precede a atividade pelo técnico Edgardo Bauza foi substituído por um rachão que teve o volante volante Wesley e o atacante Calleri como goleiros.

A missão da comissão técnica é tentar diminuir o mal-estar interno, desde que começou a vazar o descontentamento de parte do grupo com os atrasos de salário. Alguns atletas do elenco se negaram a dar entrevistas nesta semana, como uma forma de protesto em relação aos problemas financeiros.

No treino deste sábado, Edgardo Bauza recebeu reforços. O atacante Alan Kardec foi liberado pelo departamento médico. Vítima de um corte no pé esquerdo na última partida, o centroavante aprimorou a parte técnica no treino.

Outra novidade foi o colombiano Wilder. Liberado para acompanhar o nascimento de sua filha na Colômbia, o veloz atacante realizou exercícios físicos ao lado de jogadores que ainda não estão à disposição de Bauza: o volante Wellington, suspenso por doping, e o meia Daniel, que passou por um período de recuperação de uma contratura no músculo posterior da coxa direita.

O São Paulo entra em campo neste domingo pelo Campeonato Paulista, contra o Rio Claro, no Pacaembu. A principal novidade do time será o zagueiro Lugano, que foi confirmado entre os relacionados. Fica a dúvida se o Uruguai irá começar a partida como titular.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Com reforços, Tricolor tenta combater crise com treino mais leve

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*