Com parceria com São Paulo, Taubaté quer acabar com domínio do Cruzeiro

São Paulo e Cruzeiro brigaram pelo título do Campeonato Brasileiro do ano passado e serão rivais nas oitavas de final da Taça Libertadores. Agora, a disputa entre paulistas e mineiros foi para as quadras, já que foi apresentada nesta quinta-feira a parceria entre o Tricolor e o time de vôlei masculino de Taubaté. E o principal objetivo é acabar com a hegemonia da Raposa, que é a atual tricampeã brasileira.

– Sem dúvida é o nosso objetivo. Já esperávamos isso no ano passado. Fomos bem na Copa do Brasil, ganhamos do Cruzeiro na semifinal. Na Superliga, tivemos uma derrota e uma vitória. Nosso time só deixou a desejar na semifinal diante do Sesi. Essa parceria com o São Paulo nos trouxe novos patrocinadores. Com isso, conseguimos manter um time muito competitivo para a temporada. O nosso principal objetivo da temporada é a Superliga – afirmou o coordenador da equipe paulista, Ricardo Navajas.

O evento de apresentação da parceria aconteceu no camarote da presidência do São Paulo e contou com a participação do presidente são-paulino, Carlos Miguel Aidar. Em seu discurso, ele deixou claro que o projeto é ousado, visa títulos e que o sonho é ver a equipe disputando uma partida no estádio do Morumbi.

– Essa equipe é forte, tem cinco atletas da seleção brasileira. O sucesso de Taubaté será o sucesso do São Paulo. Quero ver um dia essa equipe jogando no gramado do Morumbi. Montaremos uma quadra e um dia quero ver um jogo naquele gramado (apontando para o campo do Morumbi). Fiquei sabendo que, para bater o recorde de uma partida de vôlei, precisaríamos colocar 93 mil pessoas. Cabem 67 mil sentadas. Se você considerar que a quadra ocupa um pedaço do campo, podemos disponibilizar cadeiras em todo o entorno. Será muito interessante – disse.

Rapha e Lipe com a camisa do São Paulo (Foto: Marcelo Prado)Rapha e Lipe posam ao lado do presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, e cartolas do Taubaté (Foto: Marcelo Prado)

O técnico Cézar Douglas é um dos mais animados com a parceria. Principalmente porque, com a estrutura do Tricolor e os reforços que chegaram, é possível sonhar com o degrau mais alto do Campeonato Brasileiro.

– Não tem como pensar em algo diferente que não seja ganhar a Superliga. O Cruzeiro é o time a ser batido. No ano passado, precisávamos mostrar serviço desde o início e vencemos a Copa do Brasil e o Campeonato Paulista. Na Superliga, ficamos em terceiro e atingimos nossa meta de ficar entre os quatro. Para esse ano, temos condições de ir melhor na Superliga e ganhar o Sul-Americano para buscar uma vaga no mundial de clubes – afirmou.

Até agora, a equipe confirmou a contratação de Lucarelli e Riad, que estavam no Sesi, de Gavin Schmitt, canadense que jogava na Rússia e Otávio, que veio do Minas. Em relação ao time do ano passado, saíram Sidão, Dante e Lorena.  A parceria entre Tricolor e Taubaté tem duração de uma temporada, com opção de renovação.

Com a parceria com o São Paulo, Taubaté quer acabar com o domínio do Cruzeiro (Foto: Marcelo Prado)Momento da assinatura do contrato. Acordo com o Tricolor Paulista é de uma temporada (Foto: Marcelo Prado)
Confira toda a cobertura volei do Tricolor na página exclusiva do esporte em nosso site, clicando aqui .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*