Com mais um de Ceni, São Paulo bate Grêmio e estreia Osorio no G4

O São Paulo furou o G4 do Campeonato Brasileiro neste sábado, em noite que marcou a estreia do colombiano Juan Carlos Osorio no comando. Jogando no Morumbi, a equipe derrotou o Grêmio por 2 a 0, com gols de Luis Fabiano e Rogério Ceni (agora isolado como décimo maior artilheiro do clube), e saltou da quinta para a segunda posição da competição.

Graças ao 13º ponto ganho e aos tropeços de Ponte Preta e Atlético-MG mais cedo, o time tricolor terminará a sexta rodada no máximo em quarto lugar – ainda pode ser ultrapassado por Sport e Fluminense, neste domingo.

As duas equipes jogam novamente somente no próximo final de semana. O São Paulo visita a Chapecoense, em Chapecó, no sábado, um dia antes de o Grêmio (que permanece com oito pontos) receber o Atlético-PR, em Porto Alegre.

Na noite deste sábado, estreia de Osorio como treinador, o São Paulo teve um primeiro tempo semelhante ao do clássico contra o Santos. Com a diferença de que não reanimou o adversário com gol no final da etapa depois de ter aberto o placar. Diferentemente do que ocorreu na última partida sob comando interino de Milton Cruz, voltou para o intervalo com uma vitória parcial.

Mesmo com três mudanças na escalação – Rodrigo Caio e Luis Fabiano, por conta das lesões de Paulo Miranda e Alexandre Pato, e Wesley, que ganhou vaga de Thiago Mendes –, o São Paulo teve mais uma vez o controle do jogo, ainda que sem criar tantas oportunidades de gol. Adiantou suas linhas e só foi ameaçado em contra-ataques. Apenas um deles perigoso e mal definido pela equipe gaúcha.

O primeiro bom lance saiu aos 17 minutos. Depois de falta cobrada pelo lado direito, a bola desviou na coxa de Araújo e passou muito perto, rente à trave direita. Nove minutos depois do quase gol contra, a equipe da casa balançou a rede por si própria. Luis Fabiano, que cooperava também com a marcação, ficou com a bola dentro da área depois de cobrança de falta e derrubou Tiago ao ameaçar finalização. Com o goleiro no chão, apenas empurrou a bola para abrir o placar.

Foi logo depois disso o único momento de apreensão para Rogério Ceni. Acionado na entrada da área, o atacante gremista Pedro Rocha tocou por cima do goleiro são-paulino, mas viu a bola sair pela linha de fundo.

Passado o susto, o São Paulo por pouco não ampliou a vantagem no marcador. Aos 33 minutos, em jogada pela esquerda – lado mais explorado ofensivamente, com a dupla Carlinhos e Michel Bastos –, a bola chegou até Luis Fabiano. O atacante fez um inteligente corta-luz e a deixou com Wesley, que finalizou em cima de Tiago.

No segundo tempo, um pênalti questionável ajudou o São Paulo a fazer o segundo gol. O árbitro viu toque de braço de Marcelo Oliveira dentro da área e deu cartão amarelo ao volante, que atuava como lateral esquerdo. Rogério Ceni, homenageado antes da partida por ter igualado Raí na quarta-feira como décimo maior artilheiro do clube, converteu a cobrança no canto direito e se isolou no posto, agora com 129 gols.

Confortável, Osorio gastou as três alterações no segundo tempo. Sacou os volantes Denilson e Souza (colocando Hudson e Thiago Mendes) e também Michel Bastos, que deixou o campo aplaudido para dar lugar a Reinaldo. O Grêmio se lançou um pouco mais à frente, porém sem força ofensiva suficiente para ameaçar a estreia vitoriosa do técnico colombiano, que agora tem uma semana para conhecer melhor o elenco. No G4 do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 0 GRÊMIO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 6 de junho de 2015 (sábado)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (Fifa-RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Thiago Henrique Farinha (RJ)
Cartões amarelos: Denilson, Luis Fabiano, Souza (São Paulo); Fellipe Bastos, Marcelo Oliveira (Grêmio)

Gols: SÃO PAULO: Luis Fabiano, aos 26 minutos do primeiro tempo, e Rogério Ceni (pênalti), aos oito minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Bruno, Rodrigo Caio, Dória e Carlinhos; Denilson (Hudson), Souza (Thiago Mendes), Ganso, Wesley e Michel Bastos (Reinaldo); Luis Fabiano
Técnico: Juan Carlos Osorio

GRÊMIO: Tiago; Fellipe Bastos, Geromel, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Araújo (Júnior), Maicon, Giuliano e Luan; Pedro Rocha (Vitinho) e Yuri Mamute (Braian Rodríguez)
Técnico: Roger Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.