Com dois gols em 17 jogos, Kaká diz que ajuda time com “outros fatores”

Desde que retornou ao São Paulo, o meia Kaká tem feito boas atuações, mas balançou as redes adversárias somente duas vezes em 17 jogos disputados (na derrota por 2 a 1 para o Goiás, em sua reestreia, e na vitória sobre o Criciúma, por 2 a 0, pela Sul-Americana). A escassez de gols, porém, não parece ser uma preocupação para o ídolo tricolor.

– Não me incomoda de forma alguma. Se eu perguntar para vocês se minha chegada acrescentou, acho que seria unânime que acrescentou. Hoje, consigo jogar muito mais sem bola. E ter os resultados que estamos tendo juntos significa que não é só o gol e a assistência que contam, mas uma série de outros fatores que contribuem para o bom rendimento – disse, durante evento de patrocinadores na última sexta-feira, em São Paulo.

Mesmo com poucos gols, Kaká tem bons números nessa sua segunda passagem pelo Tricolor. Com ele, a equipe conquistou 11 vitórias, três empates e perdeu apenas três vezes.

A dedicação do meio-campista pelo São Paulo lhe renderam, recentemente, uma convocação para a seleção brasileira, o que não acontecia desde março de 2013.

Porém, o intenso esforço de Kaká nas partidas gera um desgaste excessivo para o jogador de 32 anos. Por conta disto, o técnico Muricy Ramalho já indicou que pode poupá-lo do próximo compromisso.

– Isso (se eu serei poupado) não está decidido ainda. Desde a minha chegada programamos para eu estar sempre bem para jogar. Teremos mais uns exames com os fisiologistas para saber quem está melhor para a partida. Realmente, acho que tem de jogar quem estiver melhor fisicamente – afirmou.

O Tricolor enfrenta o Criciúma neste domingo, no Heriberto Hulse, em Santa Catarina, às 17h (horário de Brasília). A equipe está na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 56 pontos (cinco atrás do Cruzeiro).

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*