Com Cortez em baixa, São Paulo ‘discute’ Fabrício e André Santos

Se conseguir vaga na decisão da Copa Sul-Americana, o São Paulo ainda terá mais sete jogos até o final da temporada 2012. A vaga na primeira fase da Libertadores de 2013 está próxima e, por isso, a diretoria e o técnico Ney Franco já fazem reuniões para discutir quais melhorias precisarão ser feitas no elenco para o ano que vem. Até agora, apenas um reforço está garantido: o atacante Negueba, que se apresenta em janeiro, após ter sido envolvido pelo Flamengo na negociação que levou Cleber Santana para a Gávea.

Além de um reserva imediato para Luis Fabiano, que sofreu com o excesso de lesões, Ney Franco já pediu um lateral-esquerdo. Cortez, contratado por R$ 7 milhões no início do ano, não agradou totalmente. A irregularidade e a dificuldade de marcação mostradas pelo atleta fizeram a diretoria mudar de atitude. Antes, o camisa 6 era considerado titular inquestionável. Agora, estpa definido que um reforço será contratado para disputar posição.

Em 2012, Cortez é o atleta que mais atuou pela equipe. Das 70 partidas disputadas até agora, ele esteve em campo em 68. Deu oito assistências e marcou dois gols.

– Estamos no mercado observando laterais que joguem pela esquerda. Não vamos falar em nomes para não atrapalhar as negociações, mas estamos estudando algumas opções. Chegou a se conversar sobre um lateral-direito, mas não acho necessário. Eu me sinto bem tranquilo com o Paulo Miranda e o Douglas – afirmou o técnico Ney Franco.

Entre os nomes comentados nos bastidores do Morumbi, estão os de Fabrício, do Internacional, e André Santos, do Arsenal, da Inglaterra. Curiosamente, o primeiro foi dispensado do CT de Cotia por indisciplina, em 2006. O segundo, que ganhou destaque com a camisa do Figueirense e viveu ótima fase no Corinthians, não é unanimidade no São Paulo. Enquanto alguns defendem a contratação do atleta por ser um jogador experiente, outros acham que ele não tem o perfil para jogar no clube.

Outra opção seria reaproveitar Juan, que voltará de empréstimo do Santos. Mas isso não irá acontecer. O atleta foi muito criticado pela diretoria na reta final do Brasileiro de 2011 e será emprestado para uma nova equipe até o término do seu vínculo, em dezembro de 2013.

 

Fonte: Globo Esporte – Foto: Vipcomm

3 comentários em “Com Cortez em baixa, São Paulo ‘discute’ Fabrício e André Santos

  1. CONTATAR ANDRÉ SANTOS? POR FAVOR ESSE CARA JOGOU NO TIME DA MARGINAL E NÃO PODE JOGAR NO SÃO PAULO, SERIA TRAZER UM MALOQUEIRO PARA JOGAR NO MORUMBI, ALÉM DO CARA NÃO SER GRANDE COISA COMO JOGADOR E TER ESSE PASSADO. É MELHOR NÃO CONTRATAR NINGUÉM, MAS CONTRATAR ANDRÉ SANTOS IRIA SUJAR O SÃO PAULO. ALIÁS EU GOSTARIA QUE O SÃO PAULO NUNCA CONTRATASSE EX-JOGADORES QUE TIVESSEM JOGADO NESSE TIME.

    • É verdade cara, sua análise é muito madura, sensata e coerente. Acho que planejar um elenco é bem por aí mesmo. Espero que a diretoria do SP veja esse blog e te contrate para diretor de futebol, porque nunca vi uma coerência tão grande em toda a minha vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*