Com ares de final e motivação extra, Grêmio e São Paulo se enfrentam

Com ares de final e motivações para conseguir a vitória, Grêmio e São Paulo se enfretam no Olímpico, às 17h deste domingo, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo tem caráter decisivo para os Tricolores, que almejam a segunda posição do torneio nacional para entrar direto na segunda fase da Copa Libertadores da próxima temporada. O clube paulista, que vem de classificação à semifinal da Copa Sul-Americana, ainda renovou com o goleiro Rogério Ceni por mais uma temporada e também tem a mesma intenção dos gaúchos.

Ocupando a terceira posição no Brasileiro, o Grêmio não contará Werley e Julio Cesar, suspensos. Kleber e Elano seguem como dúvidas. Pelo lado do São Paulo, o quarto colocado com 59 pontos, quatro a menos do que os gaúchos, o volante Wellington está fora por conta do terceiro cartão amarelo.

DESFALQUES E DÚVIDAS

O confronto toma ares de final. Ao menos para o Grêmio. O Tricolor ainda sonha com a vice-liderança do Campeonato Brasileiro e a consequente classificação direta para a Libertadores.

O clube gaúcho terá ausências importantes para o confronto. Werley e Julio Cesar estão suspensos e não atuam. Elano e Kleber são dúvidas, por conta de problemas físicos. Gilberto Silva não trabalhou durante toda a semana e tem escalação incerta. O treinamento fechado da tarde da sexta-feira complicou qualquer prognóstico.

Por outro lado, Luxemburgo ganhou o reforço de Marcelo Moreno. O clube conseguiu um efeito suspensivo e terá seu centroavante no duelo. A notícia é relevante por conta da possível ausência de Kleber – o ataque seria reserva, e o banco não teria alternativa para o setor, além de um garoto.

– Quando se trata de Lucas, e de todo o elenco do São Paulo, vão dar dificuldades. Mas estamos preparados. Vamos dar conta do recado. E tentar surpreender nos contra-ataques – comentou o lateral-direito Pará.

O Olímpico estará lotado para o confronto. Todos os 20 mil ingressos colocados à venda foram comercializados. A expectativa da direção é que 46 mil gremistas estejam no estádio. A pressão é uma das armas para que o Tricolor saia vitorioso e ainda acredite na ultrapassagem ao Atlético-MG.

RENOVOU E AUMENTOU O ÂNIMO

No São Paulo, o clima é de bastante descontração entre os atletas. Após a classificação para à semifinal da Copa Sul-Americana, o time recebeu a notícia de que o ídolo são-paulino Rogério Ceni renovou por mais uma temporada com o time. Diante do terceiro colocado do Brasileiro, Ney Franco prevê um jogo como o caráter de divisor de águas para a sequência da temporada.

– Em relação à possibilidade real do segundo lugar, esse é o jogo. Como falei na última coletiva, é o primeiro passo para conseguir uma vitória. Primeiro, para conseguir a classificação para a Libertadores e com a vitória sobre o Grêmio lá, nos coloca em uma situação de brigar pela segunda posição do campeonato. E, para próxima temporada, já temos uma base, e isso já começa a se desenhar, com essa notícia ótima da renovação do Rogério – declarou o treinador.

O atacante Osvaldo, que ficou fora do jogo contra La U por conta de dores musculares, retorna ao time. Com isso, o esquema 4-2-3-1, com dois atacantes abertos pelas pontas retorna. Luis Fabiano, vice-artilheiro da competição, também está confirmado no comando do ataque. Por outro lado, o zagueiro Paulo Miranda, improvisado na lateral direita, passará por uma reavaliação para saber se tem condições de jogo. O camisa 13 sofreu um entorse no joelho esquerdo no último dia 27, na partida diante do Sport e já perdeu as últimas três partidas.

A dúvida é com relação ao substituto do volante Wellington. Diante do Fluminense, o camisa 5 levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Maicon e Casemiro são os nomes mais cotados para assumir a vaga do marcador.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO X SÃO PAULO

Local: Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data/horário: 11/11/2012, às 17h (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Thiago Gomes Brigido (CE)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Naldo, Gilberto Silva (Vilson) e Anderson Pico; Fernando, Souza, Marco Antônio (Elano) e Zé Roberto; Leandro (Kleber) e Marcelo Moreno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Maicon (Casemiro), Lucas, Jadson e Osvaldo; Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*