Cícero quer usar duelo contra o ex-clube para recuperar espaço

Após quatro rodadas fora da equipe, o meiaCícero está de volta ao time titular do São Paulo. O jogador, que tinha lugar cativo no time com o ex-técnico Emerson Leão, perdeu espaço com Ney Franco após a derrota por 1 a 0 para o Vasco, no estádio do Morumbi, no dia 18 de julho. Com a lesão de Luis Fabiano e a fraca apresentação de Willian José contra o Sport, domingo passado, no Morumbi, o polivalente meio-campista volta a ganhar uma oportunidade, nesta quinta-feira, justamente contra o Fluminense, clube que defendeu entre 2007 e 2008.

Cícero ganhou elogios do treinador pelo que mostrou nos poucos minutos em que esteve em campo na vitória por 1 a 0 sobre o Sport. Inclusive, participou do lance do gol de Ademilson. Mais confiante, ele acredita que finalmente pode iniciar nova fase no Tricolor.

– Acredito que fiz minha melhor partida com o Ney Franco no domingo. Joguei com mais liberdade e pude chegar mais no ataque. Independentemente disso, estou pronto para atuar como o treinador precisar. Se jogo como volante, fico mais longe do gol, mas posso ajudar de outras formas. O que eu quero é recuperar o meu espaço – afirmou.

Cícero tem um carinho pelo rival do São Paulo nesta quinta. No Fluminense, o atleta foi campeão da Copa do Brasil de 2007 e vice-campeão da Taça Libertadores do ano seguinte, perdendo a decisão para a LDU, do Equador.

– Vivi ótimos momentos no clube e, até hoje, o torcedor do Fluminense mostra respeito e carinho por mim. Isso é gratificante, prova que eu fiz um bom trabalho. A única frustração foi a derrota para a LDU, jamais vou esquecer. Espero poder disputa uma nova final com a camisa do São Paulo para apagar o que aconteceu da minha memória – ressaltou.

Cícero reencontrará dois amigos: o goleiro reserva Ricardo Berna e o meia Thiago Neves, ambos remanescentes de sua época.

– Será bacana reencontrá-los. Conheço muito bem o Thiago, é preciso tomar cuidado com as cobranças de falta e com os chutes de média distância, que são sempre perigosos. Mas temos as nossas armas e espero que possamos conquistar a vitória para continuar crescendo no Campeonato Brasileiro – disse.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*