Centurión sai na frente de Kardec, mas vaga de Souza fica aberta

O São Paulo deve ter dois desfalques para o clássico desta quarta-feira contra o Palmeiras, às 22h, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista. O volante Souza está servindo a Seleção Brasileira em amistosos na Europa e sua vaga é disputada por Hudson e Thiago Mendes. Já o atacante Alexandre Pato se recupera de entorse no tornozelo direito e até tem chances de jogar o Choque-Rei, mas vê Centurión em vantagem para assumir seu posto em relação a Alan Kardec.

– Sobre o Kardec, às vezes a gente cria espaço para ele jogar e para não tirar a confiança. É um goleador e a confiança volta quando faz gol. Peço muito para ele ficar perto da área e fazer gols. Se dedica muito sem a bola, trabalha para o time e se prejudica por isso. Mas daqui a pouco volta a jogar. Mas para jogar com dois enfiados, ele e o Luis (Fabiano), só em outro tipo de esquema, como fiz com o Corinthians e não deu certo. Pensei no estilo deles, mas no campo não resolveu – afirmou Muricy Ramalho.

Além das experiências mal sucedidas com Kardec e Fabuloso no ataque, o técnico são-paulino apontou outros motivos para que Centurión esteja à frente na briga para substituir Pato no primeiro Choque-Rei no Allianz Parque. O treinador está satisfeito com a evolução do argentino e, principalmente, com a capacidade do jovem meia para fazer autocríticas.

– fiz até um vídeo em relação aos erros dele. São erros em lugares de transição, quando seria para pensar o jogo. Só nos lances mais próximos da área ele tem toda a liberdade para fazer as loucuras que faz. E ele concordou que perde muito o “balón” e errou menos hoje (domingo, contra o Marília). Erra em lugar que não pode, com todos no ataque. Tem que saber disso e ele sabe, é consciente. Então vai ser fácil arrumar. Vamos ver o time, estudar. O Centurión a cada jogo melhora, então tem que cuidar bastante dele. São jogos seguidos e pesados – alertou.

Já no meio de campo a briga é mais aberta. Hudson fez bom jogo contra São Bento há dez dias, mas caiu de rendimento contra a Ponte Preta e perdeu a vitória contra o Marília por estar suspenso. Thiago Mendes, o outro candidato, foi mal contra o São Bento, reagiu na etapa final contra a Macaca e teve atuação destacada no primeiro tempo contra o Marília. Muricy não gostou da oscilação da dupla e mantém o mistério sobre quem herdará a vaga de Souza. Ele ainda adiantou que voltará a usar um time alternativo no próximo domingo, quando o Tricolor encara o Linense no Morumbi.

– Quarta joga quem não jogou contra o Marília e no fim de semana volta a rodar o time. É importante para ver os jogadores. Falei hoje (domingo) de novo, era oportunidade de mostrar alguma coisa… E não mostrar também, como muitos… Tiram minhas dúvidas assim. Tem que se preparar melhor, só assim chamam minha atenção. Tem essa vaga do Souza e o jogo pode ter tirado essa dúvida de mim – despistou.

Fonte: Lance

Um comentário em “Centurión sai na frente de Kardec, mas vaga de Souza fica aberta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*