Centurión diz que pensou em suicídio após morte de namorada

O ano de 2020 não está sendo fácil para o atacante Ricardo Centurión. No final de março, a modelo Melody Pasini, namorada do argentino, faleceu em um acidente de carro. A tragédia aconteceu cerca de dois meses depois da morte da avó do atleta e fez o jogador do Vélez Sarsfield pensar em suicídio.

“Os golpes foram muito rápidos e se eu não me levantasse depois de dois dias, acho que terminaria minha vida. Mas não foi assim, não era o momento para mim”, relatou ao canal argentino TyC Sports.
PUBLICIDADE

Centurión, que jogou pelo São Paulo entre 2015 e 2016, ainda disse que parece estar vivendo em um sonho, mas que precisa aceitar a difícil realidade.

“É inexplicável, estou vivendo um sonho. Sei que a realidade é essa, tenho que me levantar e continuar. Vendo minha mãe, minha irmã, pude frear e me uni. Caso contrário, tudo estaria indo para o inferno”, complementou.

Por fim, Ricardo Centurión afirmou que pretende extravasar dentro de campo, quando a bola voltar a rolar no futebol argentino.

“Meu desabafo seria um grito de gol, naquela paixão que o futebol tem, mas hoje ainda não posso”, finalizou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.