Ceni tenta explicar o ‘lance do pênalti’: ‘Eu fui pela sinalização ‘

Bastante confuso, o árbitro Julio Quintana (PAR) quase marcou um pênalti para o São Paulo, no empate de 0 a 0 diante da Liga de Loja (ECU), nesta quarta-feira, no Morumbi, pela fase de oitavas de final da Copa Sul-Americana. Na jogada, Paulo Miranda chocou-se com Vera na linha de fundo, dentro da área. O juiz apontou para a marca da cal e todos previam que ia ser um pênalti.

Ceni saiu da sua meta e já estava preparado para a cobrança. Contudo, Quintana recuou e assinalou falta para os equatorianos.

– Eu fui pela sinalização (do árbitro). Depois eu vi que era tiro de meta. O jogador deles foi quem me falou – declarou o goleiro. Antes de sair do campo, o ídolo são-paulino foi questionar o árbitro sobre o lance.

Após duas cobranças desperdiçadas por Luis Fabiano, na última terça-feira a equipe treinou penalidades. Para exterminar a sina, Rogério foi incumbido de ser o batedor.

Mesmo em uma partida apática, o goleiro-artilheiro ressaltou que o objetivo de ir às quartas de final da competição foi alcançado e não endossou o coro de que o jogo foi ruim, como analisaram outros atletas.

– Veio a classificação, não dá para pensar assim (que a partida foi ruim) – concluiu o camisa 1 do Tricolor, antes de sair do campo.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*