Ceni se satisfaz com desempenho, mas admite: derrotas fora preocupam

O técnico Rogério Ceni deixou a Arena da Baixada com dois sentimentos distintos. Embora tenha exaltado o desempenho do São Paulo na derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, na noite desta quarta-feira, o treinador admitiu que os resultados fora de casa geram preocupação. Em cinco jogos longe do Morumbi neste Campeonato Brasileiro, o Tricolor tem quatro derrotas e um empate.

– Jogar bem me deixa satisfeito, fiquei contente com o que o time produziu, mas não podemos ignorar resultado. Quem tem quatro derrotas e um empate fora de casa não pode estar feliz. Perdemos todos os jogos por 1 a 0, exceto o Corinthians, mas também por um gol de diferença. Em todos esses jogos tivemos oportunidade de gol, de sair na frente ou empatar o jogo, mas temos que saber passar por momentos difíceis, resistir às tempestades porque se você tem convicção e acredita no trabalho, uma hora as coisas viram. O gol que não sai no último minuto começa a sair e você vai ter aproveitamento melhor do que temos agora – disse Ceni.

– Fizemos todas as opções possíveis para deixar o time mais ofensivo, propomos o jogo no segundo tempo, tentamos de todas as maneiras para empatar, mas futebol é assim: às vezes faz um grande jogo e não consegue o resultado. Já havia sido assim contra o Atlético-MG. Vejo brilho e vontade de vencer nos atletas e temos condições de conseguir as vitórias para subir na tabela – acrescentou.

Durante sua entrevista coletiva após a partida, Ceni voltou a mostrar confiança em relação ao futuro da equipe. O técnico acredita em evolução durante o campeonato, até por conta das chegadas de reforços. O clube anunciou o meia Jonatan Gómez e acertou com o zagueiro Arboleda e com o volante Petros.

– O mais importante que o time mostrou um grande futebol e potencial para conquistar as vitórias futuras. Isso é o mais importante para mim. Eu vejo um time em fase de crescimento e com mais opções para colocarmos em prática nas próximas partidas – afirmou Ceni.

Com a derrota, o São Paulo permanece com dez pontos no Brasileirão. Em 16º lugar na tabela, o Tricolor volta a campo no domingo, às 16h, contra o Fluminense, no Morumbi.

Gomez e trocas

Rogério Ceni falou pela primeira vez sobre o meia Jonathan Gómez, anunciado oficialmente nesta quarta pelo São Paulo. O treinador elogiou o atleta vindo do Santa Fe (COL) – o único dos reforços com quem Ceni já conversou – e disse que a contratação foi um bom negócio para a equipe do Morumbi.

– Falei com ele por telefone. Tem boa intensidade de jogo. Um negócio que, segundo o São Paulo, valeu a pena financeiramente. É o único que posso falar. Eu vi e gostei bastante – disse Ceni, que ainda não conversou com o zagueiro Robert Arboleda e nem com o volante Petros, outros dois reforços do Tricolor.

Além das chegadas de Gómez, Arboleda e Petros, o São Paulo está interessado no volante Matheus Jesus, afastado da Ponte Preta, e sonda o zagueiro Aderlan Santos. Por outro lado, perdeu Maicon e Lucão. O primeiro foi vendido para o Galatasaray, da Turquia, e o segundo afastado por ter desagradado a diretoria com declarações polêmicas. Além disso, a renovação de Lugano ainda não foi resolvida – o clube espera a resposta do atleta.

Ceni reconhece que as chegadas e saídas de jogadores atrapalha a manutenção de uma “ideia de jogo”, mas falou que vai se esforçar para fazer as adaptações necessárias de acordo com os atletas que terá à disposição.

– As preocupações são das mudanças, até antes da chegada do Jonathan tivemos muitas trocas com saídas e chegadas. É difícil manter uma ideia de jogo com essas trocas. Não é das coisas mais fáceis, mas vamos trabalhar para adaptar em um novo sistema com os atletas que temos hoje – completou Ceni.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*