Contra o Atlético-MG, Rogério Ceni pode completar 30 jogos de invencibilidade em torneios internacionais no Morumbi

Uma das principais chaves para qualquer time alcançar o sucesso em qualquer competição é ter um bom desempenho em casa. E se depender do retrospecto que Rogério Ceni carrega já há algum tempo em competições internacionais atuando no Morumbi, o São Paulo pode sonhar ainda mais alto com uma caminhada vitoriosa rumo ao tetracampeonato da Copa Libertadores.

A última vez que o Tricolor perdeu com o capitão em campo em um torneio internacional foi no dia 9 de agosto de 2006, quando a equipe – treinada por Muricy Ramalho à época – perdeu em casa para o Internacional, por 2 a 1, no confronto de ida da final da Libertadores.

Desde então, o ídolo são-paulino disputou 29 partidas no Cícero Pompeu de Toledo, somando 22 vitórias e apenas 7 empates – aproveitamento de 75,8% (veja sequência abaixo). Ainda, jogou no Pacaembu duas vezes como mandante e conquistou um triunfo e um empate.

Nesse intervalo, o São Paulo perdeu somente dois jogos no Morumbi sem o camisa 01, lesionado em ambas as oportunidades. Em 2007, o Tricolor sofreu um revés para o Millonarios (COL), por 1 a 0, pela Sul-Americana, com Bosco no gol. Em 2009, o São Paulo caiu por 2 a 0 para o Cruzeiro pela Libertadores, na última derrota do clube no Morumbi em competições internacionais. Porém, o camisa 01, novamente por lesão, não participou da partida e deu lugar a Denis.

Invencibilidade de Ceni no Morumbi desde a derrota para o Inter, em 2006:

– São Paulo 2 X 2 Boca Juniors (ARG) – 14/09/06 – Recopa Sul-Americana
– São Paulo 4 X 0 Alianza Lima (PER) – 28/02/07 – Libertadores
– São Paulo 3 X 0 Necaxa (MEX) – 04/04/07 – Libertadores
– São Paulo 2 X 2 Audax Italiano (CHI) – 25/04/07 – Libertadores
– São Paulo 1 X 0 Grêmio – 02/05/07 – Libertadores
– São Paulo 1 X 1 Figueirense – 23/08/07 – Sul-Americana
– São Paulo 1 X 0 Boca Juniors (ARG) – 26/09/07 – Sul-Americana
– São Paulo 2 x 1 Audax Italiano (CHI) – 5/3/08 – Libertadores
– São Paulo 1 x 0 Sportivo Luqueño (PAR) – 2/4/08 – Libertadores
– São Paulo 1 x 0 Atlético Nacional (COL) – 23/4/08 – Libertadores
– São Paulo 2 x 0 Nacional (URU) – 7/5/08 – Libertadores
– São Paulo 1 x 0 Fluminense – 14/5/08 – Libertadores
– São Paulo 0 x 0 Atlético-PR – 27/8/08 – Copa Sul-Americana
– São Paulo 2 x 1 Defensor (URU) – 9/4/09 – Libertadores
– São Paulo 2 x 0 Monterrey (MEX) – 10/2/10 – Libertadores
– São Paulo 3 x 0 Nacional (PAR) – 18/3/10 – Libertadores
– São Paulo 1 x 0 Once Caldas (COL) – 21/4/10 – Libertadores
– São Paulo 0 x 0 Universitario (PER) – 4/5/10 – Libertadores
– São Paulo 2 x 0 Cruzeiro – 19/5/10 – Libertadores
– São Paulo 2 x 1 Internacional – 5/8/10 – Libertadores
– São Paulo 3 x 0 Ceará – 24/8/11 – Copa Sul-Americana
– São Paulo 1 x 0 Libertad (PAR) – 19/10/11 – Copa Sul-Americana
– São Paulo 2 x 0 Bahia – 21/8/12 – Copa Sul-Americana
– São Paulo 0 x 0 LDU de Loja (EQU) – 24/10/12 – Copa Sul-Americana
– São Paulo 0 x 0 Universidad Católica (CHI) – 28/11/12 – Copa Sul-Americana
– São Paulo 2 x 0 Tigre (ARG) – 12/12/12 – Copa Sul-Americana
– São Paulo 5 x 0 Bolívar (BOL) – 23/1/13 – Libertadores
– São Paulo 2 x 1 The Strongest (BOL) – 28/2/13 – Libertadores
– São Paulo 2 x 0 Atlético-MG – 17/4/13 – Libertadores
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*