Ceni dispara contra Penalty: “Ninguém tem direito de escolher a data”

Após a derrota do São Paulo para o Atlético Nacional, nesta quarta-feira, em Medelim, pelas semifinais da Copa Sul-Americana, o goleiroRogério Ceni se mostrou indignado com a Penalty, fornecedora de material esportivo do Tricolor, peladivulgação de um comunicado convocando a imprensa para a despedida dele. Clube e jogador negam a existência do evento.

– O que temos em acordo é uma camisa comemorativa pelos mais de 20 anos de clube. Não sei de onde isso foi tirado. Ninguém tem o direito de escolher a data. Não entendo de onde surgiu. É a primeira vez que vi isso na vida – afirmou.

O material, repassado via correio eletrônico, nesta quarta-feira,  diz que Rogério Ceni confirmaria a aposentadoria no dia 25 de novembro, às 12h, no CT da Barra Funda, e apresentaria à imprensa a última camisa do Tricolor que vestirá antes de encerrar sua carreira, aos 41 anos.

O assunto causou alvoroço entre os torcedores esurpresa no próprio jogador. Pouco depois, a diretoria do São Paulo divulgou uma nota descartando o anúncio. O clube alega que sequer foi consultado pela Penalty sobre o evento e lembrou que a decisão sobre parar ou continuar atuando em 2015 cabe ao Tricolor e ao jogador. À noite, a fornecedora pediu desculpas pelo erro.

– Não entendo como isso acontece, quem é a pessoa que cria uma coisa dessa. Mas, para mim, não faz diferença. O importante é continuar focado. Só me admira uma empresa que se diz desse tamanho soltar uma nota de alguém que não tem qualquer relação com ela – disse o capitão do São Paulo.

A aposentadoria de Rogério Ceni começa a ganhar tons de mistério. O goleiro chegou a garantir que encerraria a carreira no fim do ano, mas as boas atuações e algumas declarações do técnico Muricy Ramalho e de companheiros de elenco indicam uma mudança de planos. Na saída do campo, em Medelim, Ceni fugiu do assunto ao ser questionado.

– Estou determinado em ser campeão e quem sabe poder parar sendo campeão da Copa Sul-Americana.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Ceni dispara contra Penalty: “Ninguém tem direito de escolher a data”

  1. “Só me admira uma empresa que se diz desse tamanho soltar uma nota de alguem que não tem qualquer relação com ela” è isso ai capitão, bota essa e,presa de fundo de quintal no verdadeiro lugar dela, ou seja la embaixo da sola da sua chuteira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*