Campeões mundiais com o São Paulo detonam atual elenco e diretoria

O São Paulo enfrenta seu pior momento na história. O time não vence há 12 jogos no Brasileirão e figura na zona de rebaixamento. Campeões mundiais pelo clube nos anos 90, os ex-jogadores Elivélton, Palhinha, Vitor e Pintado lamentaram a situação do clube e entendem que a queda de produção do time se deve a diversos erros cometidos pela diretoria e atletas.

Elivélton foi contundente nas críticas. Reserva na conquista do Mundial Interclubes de 1992, o ex-jogador diz que Rogério Ceni deveria ter parado há dois anos. Elivélton conta que o São Paulo errou ao contratar Ganso e criticou Aloísio.

“O São Paulo caiu no golpe do Santos. Pagou uma fortuna pelo Ganso para ser banco. O Santos sabia que ele já não era tudo isso. Jogar com Neymar e Robinho do lado é fácil. Quanto ao Rogério, sou fã dele, mas acho que ele deveria ter parado logo depois do gol 100 [em 2011]. Ele encerraria a carreira por cima”, opinou Elivelton.

“Infelizmente o São Paulo depende do Aloísio para sair dessa fase. Ele é fraquíssimo. Não seria nem reserva na minha época. Esse Antonio Carlos, que acabou de chegar, também é ruim”, acrescentou.

Outro crítico do elenco tricolor é o ex-meio-campista Palhinha, autor de um dos gols do São Paulo na final contra o Milan, 3 a 2, em 1992. Ele defende Ganso, mas reprova Jadson.

“Eu, com 45 anos, corro mais do que o Jadson. O Ganso é craque, mas precisa de sequência de jogos”.

 

Fonte: Uol

5 comentários em “Campeões mundiais com o São Paulo detonam atual elenco e diretoria

  1. concordo com o palhinha sobre o jadson ele é um jogador comum demais para ser o 10 do São paulo,ja o elivelton sobre o Rceni esta totalmente errado

  2. Sr. Elivelton, pense bem antes de dizer asneiras, Rogério Ceni, pelo histórico que tem será sempre lembrado por nós torcedores e sairá por cima em qualquer época, ao contrário de você, que mesmo depois de ler a reportagem, estou tentando me lembrar quem foi você no tricolor e não consigo. Bem, é compreensível que tal entrevista tenha sido dada ao corintiano Uol, que não perde oportunidade em detonar o São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.