Busca por primeiro gol no Tricolor faz parte até dos sonhos de Ademilson

O clássico entre Palmeiras e São Paulo, disputado duas rodadas atrás na Arena Barueri, está empatado até os últimos minutos. Então, Ademilson entra em campo e faz o gol da vitória, o primeiro dele como profissional.

A primeira frase do parágrafo acima retrata a realidade. A segunda aconteceu apenas na cabeça de Ademilson, que sonhou com a cena na véspera do Choque-Rei. Mas neste domingo, às 16h, contra o Figueirense, em Florianópolis, o gol pode sair na vida real.

O garoto de 18 anos terá a sua primeira chance como titular. Até agora, ele entrou em cinco partidas, disputou apenas 64 minutos e não conseguiu balançar nenhuma vez as redes adversárias. Fato que começa a atrapalhar o sono do centroavante, acostumado a marcar diversos gols nas categorias de base. Tanto pelo São Paulo como pela Seleção Brasileira.

No último mês, ele ajudou Ney Franco a conquistar dois títulos pela equipe sub-20 do Brasil. Diante do Figueira, sem Luis Fabiano e Osvaldo, o técnico volta a apostar no talento do jogador, que é uma das principais esperanças das categorias de base do Tricolor.

É comum muitos garotos brilharem antes do profissional e não conseguirem manter o nível na equipe de cima. Mas Ademilson não tem pesadelos com isso.

– Isso não passa na minha cabeça. Eu confio. Eu confio em mim e não penso isso porque, se eu tiver uma oportunidade, estar bem, com a cabeça tranquila, eu vou fazer o gol – declarou, em entrevista ao LANCENET!, na última sexta-feira.

Como jogará ao lado de Willian José, Ademilson terá a função de se movimentar mais pelos lados do gramado. Na Copinha deste ano e na Seleção, ele sempre era o camisa 9, que ficava mais fixo na área. Se Ademilson marcar hoje, entre às 16h e 18h, não será sonho.

Confira o bate-bola com o atacante são-paulino:

Como está a expectativa para sua estreia como titular?
Está a melhor possível. Vou tentar abraçar essa oportunidade, mostrar meu valor, meu futebol e ajudar a minha equipe.

Não seria melhor entrar no time em que a fase estivesse boa?
Acho que não tem momento. Jogador que quer brilhar, quer chamar a responsabilidade, não pode ter momento para escolher para entrar e jogar. O momento não está ruim. Só perdemos dois jogos, mas a gente vinha de vitórias. Se a gente ganhar um joguinho, ganhar outro, o momento já vai ser outro. Independentemente do momento, eu quero jogar.

O quanto a presença do Ney Franco está te ajudando no clube?
Ele já me conhece mais. Ele sabe que posso não apenas jogar como centroavante, parado, mas também com outro centroavante. Sabe que posso cair pelas beiradas, ele me conhece bem e sabe onde me colocar.

Ansioso pelo primeiro gol?
Estou. Já faz um tempo que venho sonhando e espero que possa sair.

Mas sonha mesmo ou é apenas uma forma de se expressar?
Eu sonho mesmo. Antes do jogo contra o Palmeiras, eu sonhei que faria um gol. Que eu entraria e faria o gol. Infelizmente, não tive a oportunidade de entrar. Se Deus quiser, vou sonhar de novo e vai sair contra o Figueirense.

Mas, mesmo que você não sonhe antes do jogo contra o Figueirense, terá a chance na realidade?
Também, e é melhor assim. Posso dormir o tranquilo e sai o gol.

Pelo momento de pressão, é melhor jogar fora do Morumbi?
Eu acho que não. Prefiro sempre jogar ao lado da nossa torcida.

Sucesso nas seleções de base com Ney Franco:

– Quadrangular Internacional na Argentina
No fim do mês de junho, Ademilson foi titular nos dois jogos da campanha vitoriosa do Brasil. Foi o único torneio em que ele passou em branco.

– Torneio Oito Nações na África do Sul
Com um gol e um pênalti sofrido na prorrogação da final contra a Argentina, o atacante foi decisivo para o título. Marcou um também na semifinal, além de outro na primeira fase da competição. Torneio foi disputado no início do mês de junho.

– Copa Internacional do Mediterrâneo
Em um campeonato disputado em abril, na cidade de Barcelona, o atacante marcou dois gols. Em amistosos na Granja Comary, Ademilson também foi bem.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*