Bonner homenageia Rogério Ceni e cutuca rival Corinthians com gol 100

Rogério Ceni não encerrou sua carreira, pois ainda quer disputar mais uma edição da Taça Libertadores da América. No entanto, sua história no futebol brasileiro, sobretudo na galeria de ídolos do São Paulo, já está mais do que registrada. Quem deu voz como fã do goleiro durante o programa”Bem, Amigos!” foi o apresentador do Jornal Nacional, da Rede Globo, William Bonner. Mesmo morando no Rio de Janeiro, o jornalista não esqueceu a rivalidade do seu clube com o Corinthians. Bonner provocou o Timão lembrando que dos 123 gols de Ceni, o 100º foi marcado contra o rival no Campeonato Paulista de 2011: “Tem clube aí que vai passar para a história como o clube que levou o 100º gol do Rogério Ceni”.

– Esse gol só é tão lembrado e tão marcante por ter sido contra um rival e uma agremiação tão importante como o Corinthians. E eu acho que estava reservado. Nós jogamos com o Paulista e nós perdemos, por 3 a 2. Eu fiz o gol na quarta-feira à noite, de pênalti. E foi a primeira oportunidade, após esse jogo, justamente em um clássico com o São Paulo vindo de 10 ou 12 jogos sem vítoria. Tem coisas que são desenhadas para acontecer. E tinha que ser de falta. Foram todos os elementos naquele dia, juntaram-se todos para que fosse um presente para o torcedor são-paulino – declarou Ceni.

Ceni se emociona com depoimento de William Bonner (Foto: Reprodução SporTV)Ceni se emociona com depoimento de William Bonner (Foto: Reprodução SporTV)

O jornalista fez um pronunciamento revelando admiração pelo camisa 1 e fez uma série de elogios ao capitão são-paulino: “Para gente, que é tricolor de coração, o Rogério é e será sempre um mito”. O goleiro respondeu se dizendo emocionando.

– Eu não tenho essa oratória, essa qualidade, essa voz. O maior “boa noite” da televisão brasileira. A gente não tem tanta proximidade pela distância. Mas eu vejo aquele “boa noite” sempre e até respondo para a televisão. E eu agradeço o carinho, tanto o William como a Fátima (Bernardes, esposa do apresentador) também. A Fátima em Copa do Mundo, 2002, Japão e Coréia, 2006, na Alemanha. Ótima profissional. Eu fico até emocionado por ele dedicar esses minutos falando para mim. É algo fantástico, algo especial. Eu tenho a maior admiração pelo profissional, a pessoa que é. Tive a oportunidade de conhecê-lo lá no CT, foi com a família – respondeu o goleiro.

Confira abaixo o depoimento completo de William Bonner para o goleiro do São Paulo:

“Quando se pergunta para alguém que torce para um determinado clube qual foi o motivo pelo qual ele se tornou um torcedor daquela agremiação, sempre surge alguma história. “O meu pai torcia para o time, aprendi com o meu tio, tinha um irmão, um amigo”. No meu caso, foi porque eu achei a camisa do São Paulo bonita. 

Quando conheci a camisa do São Paulo, bem moleque, conheci a do Corinthians, também a do Palmeiras. Mas eu achei a do São Paulo mais bonita. E aí eu comecei a acompanhar o São Paulo porque a camisa era bonita. E foi um momento importante porque o São Paulo estava ganhando muito. Era no início dos anos 1970. Faz algum tempo.

Eu estou dizendo isso porque eu tenho a certeza absoluta que a história que o Rogério construiu dentro do Tricolor terá explicado a decisão de milhares e milhares de são-paulinos de terem escolhido esse clube para ter no coração. Porque um clube que tem um goleiro que é artilheiro, quer dizer, um goleiro que marca gols, que bate recordes atrás de recordes, e que não troca de camisa, é sempre o goleiro do seu time. A sua vida inteira, ao longo de tantos e tantos anos, esse goleiro tem o poder de agregar torcedores.

Ele é muito mais que um jogador. Ele é a marca do clube. Ele é um instrumento de marketing, se você quiser considerar mercadologicamente a coisa. Ele é um agregador de multidões para aquela paixão. É por isso que o Rogério tem o respeito que tem, não só dos torcedores do São Paulo, ele não tem o respeito, ele tem a admiração dos torcedores do São Paulo. Mas ele tem o respeito de torcedores de outras agremiações.

Alguns até falam mal dele porque morrem de ódio de saber que o São Paulo é que tem o Rogério Ceni. Não é o clube deles. Tem clube aí que vai passar para a história como o clube que levou o 100º gol do Rogério Ceni. Não tem jeito. E nem por isso vai odiá-lo. Porque quem gosta mesmo de futebol gosta também daqueles que são apaixonados pelo futebol e pelas agremiações.

O Rogério é um apaixonado pelo São Paulo Futebol Clube. Ele age de maneira a provar isso em cada partida, em cada entrevista, em cada dia de treino, com um profissionalismo que é dele e de outros tantos profissionais que tem por aí. Mas é dele, sobretudo dele. Para gente, que é tricolor de coração, o Rogério é e será sempre um mito”.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Bonner homenageia Rogério Ceni e cutuca rival Corinthians com gol 100

  1. Sem duvida nenhuma esse e’ o maior RECORD,
    (feito) de toda sua carreira cheia de records.
    Parabens, CENI 100, em cima da galinhada,
    jamais te amara’o com certeza, ao contrario
    n’os te amaremos sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.