Bombonera: a casa de Cañete

O meia Cañete não está inscrito na Sul-Americana. No entanto, o argentino poderá ser fundamental para o São Paulo conquistar o título da competição. O jogador fez questão de viajar com a delegação tricolor para a Argentina, onde o time enfrentará o Tigre, na noite desta quarta-feira.

Revelado nas categorias de base do Boca Juniors, Cañete conhece como ninguém o rival são-paulino e também a Bombonera, palco da partida desta quarta-feira. O meia chegou ao Boca em 1997 e viveu lá por 12 anos. Retornar à sua “casa” também é motivo de alegria para ele.

“Joguei muitos anos lá e algo especial voltar. É praticamente a minha casa. Pedi para viajar com os meus companheiros, pois conheço o Tigre, o estádio. Vou falar com eles sobre o clima da partida, ficar perto dos jogadores e animá-los”, ressaltou Cañete.

Apesar da boa campanha como visitante nesta Sul-Americana, o Tricolor sabe das dificuldades que será enfrentar o Tigre na Bombonera. Por isso, toda informação é válida neste momento. Fora das quatro linhas, Cañete fará o papel de olheiro e dará dicas ao técnico Ney Franco.

“Já joguei contra o Tigre. É um time chato, fechado e que não dá espaços. Temos de tomar cuidado na bola área também.  Na Bombonera, você tem uma pressão grande da torcida, mas é um campo que tem espaço para jogar e temos de aproveitar isso”, completou o argentino.

Após se recuperar de uma lesão no joelho, Cañete participou das duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Elogiado por todos no clube neste retorno, o meia sabe o momento importante que o clube vive, quer dar sua contribuição e, em 2013, fazer isso dentro de campo.

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*