Bernard admite que declaração de Ronaldinho pode motivar o São Paulo

Uma das novidades do Atlético-MG para a partida de quinta-feira, contra o São Paulo, pelas oitavas de final da Libertadores, Bernard reconhece que a declaração de Ronaldinho Gaúcho no intervalo da partida pela fase de grupos, quando o tricolor paulista venceu os mineiros por 2 a 0, dizendo que o jogo era um “grande treino”, pode motivar a equipe paulista.

“É difícil falar que isso possa atrapalhar a gente ou atrapalhar o São Paulo. Pode ser um fator de motivação do lado deles, mas não vai fazer ganhar ou perder o jogo, já que é dentro de campo que acontecem as coisas”, observou Bernard.

No intervalo do jogo no Morumbi, Ronaldinho Gaúcho disse que a partida era um treino para o Atlético, já classificado e com o primeiro lugar geral garantido. “É um grande treino para a próxima fase. Temos de pegar esse jogo para se divertir, jogar com alegria”, comentou a caminho do vestiário.

Ao final do duelo, o camisa 10 provocou o São Paulo ao afirmar que nas oitavas de final a situação seria diferente, fato que não foi bem recebido pelo adversário. “Agora é outra história, eles sabem que é outra história”, afirmou depois da partida.

No dia seguinte à derrota para o São Paulo, Ronaldinho usou o twitter para tentar amenizar o impacto da declaração e pregou respeito. “O que eu quis dizer foi que o jogo foi importante para que os jogadores do Atlético entendessem o que será a fase de mata-mata, em que não se pode errar”, postou Ronaldinho.

“Não podemos errar contra uma equipe como a do São Paulo. O nosso respeito pelo adversário é muito grande”, acrescentou o meia atleticano em seu microblog.

Bernard e Tardelli voltam

Na partida de quinta-feira, Bernard e Tardelli voltarão a atuar pela Libertadores. Os dois se recuperaram de lesões que o deixaram de fora da derrota para o São Paulo. “Falaram que fizemos falta contra o São Paulo. A gente pode voltar agora e às vezes não corresponder às expectativas”, ponderou Bernard.

“Mas a intenção é que possamos mostrar o melhor futebol. O Tardelli foi muito bem contra o Tombense, dando passes e chegando sempre à frente. Dentro de casa, onde os times se abrem, é preciso equilíbrio. Temos de saber o momento de atacar e defender”, acrescentou.

Bernard, assim como Tardelli, voltou a atuar na vitória sobre o Tombense, por 2 a 0, pelas semifinais do Campeonato Mineiro, e se mostrou receoso por causa da luxação sofrida no ombro esquerdo. No final da partida, o meia se assustou ao levar uma pancada no local e sentir dor.

“Sinto um pouco de receio, porque sei o que pode ocorrer caso tenha outra luxação. Não quero pensar nisso, pois é momento de decisão. Temos de nos expor e dar o melhor e não vou mudar as características. Tive um susto no último jogo, mas não foi nada sério”, comentou.

“Eu fiquei quase um mês parado, voltei a treinar na semana do jogo com o Tombense e mesmo assim pega quase nada do que espera. Espero estar mais descansado, não só o fator físico, mas psicológico, mais concentrado, mas se tratando de condicionamento físico é impossível, falaria mentira se não fosse sentir isso”, acrescentou Bernard.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*