Ataque do São Paulo enfim desencanta em 2019

Alexandre Pato, Hernanes, Vítor Bueno, Pablo, Calazans, Raniel… O setor ofensivo do São Paulo foi o que mais ganhou reforços para 2019. Ainda assim, o desempenho do ataque tricolor na temporada vinha bem aquém do esperado. Pelo menos até esta segunda-feira.

A goleada por 4 a 0 sobre a Chapecoense encerrou uma sequência de dez partidas marcando um ou nenhum gol por confronto – fez apenas cinco neste período. Desde a vitória por 2 a 1 sobre o Goiás, no dia 1º de maio, que a equipe não estufava as redes pelo menos duas vezes. Quatro tentos num mesmo jogo era algo ainda mais distante: desde a estreia no Paulistão, quando goleou o Mirassol por 4 a 1.

No ano, são apenas 30 gols em 33 atuações, 0,90 por partida, a média mais baixa entre os clubes da Série A. Marca que era ainda pior antes de encarar a Chape: somente 0,81 g/j.

Com cinco gols marcados nos últimos dois jogos, todos eles feitos por homens que atuam na frente – Pablo, Raniel, Vítor Bueno, Antony e Toró -, no entanto, o São Paulo vem tentando reverter este quadro após a pausa da Copa América.

MÉDIA DE GOLS DOS CLUBES DA SÉRIE A EM 2019

1º – Flamengo – 1,84 g/j
2º – Grêmio – 1,68 g/j
3º – Cruzeiro – 1,67 g/j
4º – Fluminense – 1,63 g/j
5º – Atlético-MG – 1,62 g/j
6º – Athletico – 1,60 g/j
7º – Goiás – 1,53 g/j
8º – Santos – 1,51 g/j
9º – Palmeiras – 1,48 g/j
10º – Bahia – 1,47 g/j
Ceará – 1,47 g/j
12º – Avaí – 1,37 g/j
13º – Botafogo – 1,30 g/j
14º – Vasco – 1,28 g/j
Internacional – 1,28 g/j
​16º – Chapecoense – 1,20 g/j
17º – Fortaleza – 1,19 g/j
18º – Corinthians – 1,05 g/j
19º – CSA – 1,00 g/j
20º – São Paulo – 0,90 g/j

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.