Atalanta monitora João Schmidt, que ainda não renovou com o São Paulo

O volante João Schmidt, que discute renovação de contrato com o São Paulo, pode respirar novos ares a partir de junho de 2017, quando termina seu vínculo com a equipe do Morumbi.

A Atalanta, da Itália, monitora a situação do atleta que terminou a temporada 2016 como titular e que vem sendo muito elogiado pelo técnico Rogério Ceni.

João Schmidt poderá assinar um pré-contrato com qualquer equipe a partir do dia 30 de dezembro. Isso lhe daria direito a sair no meio do ano sem que o São Paulo seja ressarcido.

A diretoria do São Paulo e Luizão, empresário do jogador, já se reuniram para discutir a situação do atleta.

Schmidt atualmente recebe R$ 60 mil mensais, e o clube do Morumbi oferece uma valorização de 100% ao jogador, que até agora não aceitou a proposta. O clube do Morumbi já deixou claro que não irá aumentar o oferecido.

 – Chegamos ao nosso limite. Tenho ótimo relacionamento com o Luizão, que foi meu atleta no Guarani e depois trabalhamos juntos no São Paulo. Não tenho nada a reclamar dele. Estamos oferecendo não só uma valorização, mas também um plano para que o atleta cresça de rendimento e saia como ocorreu com o Hernanes, que construiu seu espaço aqui e depois foi ser vitorioso na Europa – afirmou o diretor executivo do Tricolor, Marco Aurélio Cunha.

A situação de João Schmidt preocupa Rogério Ceni, que já deixou claro que quer contar com o atleta. O volante está valorizado no elenco, com mais moral do que Hudson e Wesley, por exemplo. Se o São Paulo não contratar nenhum outro jogador para a posição, é certo que Schmidt iniciará a temporada como titular. A expectativa dos dirigentes é que ele mude de ideia e resolva aceitar a proposta que já foi feita.

João Schmidt já teve uma boa experiência no futebol europeu. Ele defendeu o Vitória de Guimarães na temporada 2014/2015, quando foi titular absoluto. Com a camisa do São Paulo, o volante já disputou 51 partidas e marcou dois gols.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Atalanta monitora João Schmidt, que ainda não renovou com o São Paulo

  1. João Schmidt passa melhor que seus colegas Thiago M. e Hudson. Mas também é só isso. Se encher muito o saco, tchau.
    Eu quero saber quem vai ser contratado. Puta clube bizarro que não trouxe nenhum nome de peso para montar um time campeão. Como já virou praxe, vão arrumar uns negócios de “oportunidade” na bacia das almas da janela de transferência e pegar a raspa do tacho dos sem contrato depois. Só deixa eu contar um segredinho: time forte não se monta assim.
    Será que seremos o Inter de 2017? Rogério vai enterrar sua carreira com um rebaixamento ou, quem sabe, levando de 6 do Palmeiras?
    Parabéns aos néscios da diretoria e do conselho pelo poço que cavaram. O fundo é realmente amplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*