Após vitória, Muricy volta a detonar calendário e elogia Ganso “artilheiro”

O São Paulo venceu o Bahia no Morumbi, mas nem por isso Muricy Ramalho está 100% feliz. Depois da partida, na qual teve que substituir Alan Kardec por cansaço, o treinador são paulino voltou a disparar contra o calendário do futebol brasileiro.

“Quando um Souza, um Kardec pede para sair, é porque a coisa está feia. É difícil jogar assim, os jogadores nunca estão na sua plenitude física”, afirmou. Para Muricy, o cansaço reflete até no comportamento dos atletas com a arbitragem.

“Nossos jogadores estão esgotados, jogando no limite. Aí, não pensam como um cara que está inteiro, ficam irritados, não falam direito. As vezes é isso também. Os caras não vão em casa nunca. Saímos sábado passado, voltamos na quinta, ontem treinaram e concentraram. Isso machuca, são seres humanos. Agora vai ser ótimo, vamos ficar um pouco com a família”, completou.

Calendário e dificuldades à parte, o técnico fez elogios ao autor do segundo gol são paulino, Paulo Henrique Ganso. Muricy sempre pediu que o meia chutasse mais ao gol, desde o tempo em que trabalharam juntos no Santos.

“´É isso mesmo, Ganso tem que tomar gosto pelo gol, é legal fazer gol. Agora ele está falando que é artilheiro (risos). E ele bate bem na bola, o gol que ele fez no Chile, contra o Huachipato, é de quem sabe bater na bola. Ele está gostando disso, é importante para nós”.

Com o resultado, o São Paulo fica, pelo menos provisoriamente, na vice-liderança do Brasileirão. O comandante ainda acredita na possibilidade de título.

“Tudo pode acontecer, os times oscilam bastante, sempre conversamos aqui que o Cruzeiro erra pouco, vem há dois anos trazendo peças importantes, mas pontuais. Mas tudo pode acontecer nesse campeonato, nós precisamos fazer nossa parte”, finalizou.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*