Após obrigação, Muricy ainda vê vaga como objetivo “muito difícil”

“Ganhamos um jogo que tínhamos que ganhar”. Assim Muricy Ramalho resumiu a goleada do São Paulo sobre o uruguaio Danubio, na quarta-feira, pela segunda rodada da Copa Libertadores. A vitória no Morumbi sobre o time de menor expressão do grupo estava mesmo prevista nas contas da comissão técnica e do elenco, depois da dura derrota para o Corinthians na estreia.

Agora, como já vinha alertando o goleiro e capitão Rogério Ceni, os dois jogos seguidos contra o San Lorenzo (campeão da edição passada do torneio sul-americano), em 18 de março (em casa) e 1º de abril (na Argentina). “O Rogério tem razão. É um mata-mata mesmo, mas nada está definido. Hoje (quarta-feira) também era decisão. A próxima, contra o San Lorenzo, também é decisão”, disse o treinador.

Os três pontos ganhos nesta quarta-feira – com dois gols de Alexandre Pato, um de Reinaldo e outro de Cafu – emparelharam o São Paulo com Corinthians e San Lorenzo. A equipe de Muricy leva vantagem nos critérios de desempate, mas tem um jogo a mais, já que os outros dois farão duelo pela segunda rodada somente na próxima semana, em Buenos Aires.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Treinador são-paulino considera o grupo complicado para sua equipe, principalmente por ter perdido na estreia

“É um grupo complicado, muito difícil. Vamos ter que brigar muito para classificar”, frisou o comandante são-paulino, que foi muito criticado por parte da torcida em função do revés por 2 a 0 para o arquirrival, em Itaquera, na semana passada, ocasião em que mexeu consideravelmente na escalação da equipe.

“Não dá para jogar daquele jeito, pusemos um time para arriscar, mas foi muito pouco”, reconheceu. “A gente não pode esquecer aquilo, porque não pode se repetir. Os jogadores também não se apegaram a desculpas. Todos nós chegamos à conclusão de que não fizemos direito as coisas e pagamos por isso. A primeira coisa é reconhecer o erro. A segunda é não baixar a cabeça. Perder assim é para cara grande, para cara forte. É neste momento que você tem que recuperar”.

“O bom desse grupo é que são profissionais corretos. Eles têm caráter e, em momentos ruins, sabem lidar bem com isso. Saímos (um pouco da pressão) no sábado (com a vitória sobre o Audax, pelo Campeonato Paulista), hoje mais um pouquinho”, concluiu.

Antes de voltar o foco para a Libertadores, o São Paulo tem outros compromissos pelo Estadual. O próximo deles, no domingo, diante do Rio Claro, no interior paulista. A preparação para a partida começa na tarde desta quinta-feira, quando o elenco se reapresenta.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Após obrigação, Muricy ainda vê vaga como objetivo “muito difícil”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*