Após gols, Pato diz que é o primeiro a se cobrar: “Tem momentos que choro”

Quem disse que homem não chora? Chora, e ainda admite. Como fez o atacante Alexandre Pato nesta quinta-feira, menos de 24 horas depois de marcar duas vezes na goleada do São Paulo para cima do Danúbio, por 4 a 0, pela segunda rodada do Grupo A da Taça Libertadores da América. O jogador afirmou, em participação no programa “Arena SporTV”, que se cobra muito e que por muitas vezes, quando não consegue render, fica sem dormir e até chora .

– O professor Muricy cobra bastante, mas dentro de campo, em algumas oportunidades, você não consegue escutar a cobrança do treinador e até mesmo dos colegas, é muita gente gritando. Mas a cobrança vem de você nesse momento. Dentro do campo é você que que tem de se cobrar para correr, para passar bem, fazer gol. A cobrança mais importante é a minha mesma. Me cobro bastante, espero que no jogo possa fazer sempre meu melhor, quando não dá fico triste, tem momentos que não consigo dormir, que choro, que quero que vá tudo 100% e não vai. A primeira pessoa que se cobra sou eu – disse o jogador.

Alexandre Pato, que não jogou na estreia do São Paulo na Libertadores devido a uma cláusula no empréstimo firmado pelo Tricolor com o Corinthians, não quis exemplificar as noites mal dormidas ou de choro na carreira, mas reafirmou que o fato já aconteceu.

– Chorei em momentos que errei gol, que meu time perdeu, ninguém gosta de perder, quero sempre ganhar. Mas do outro lado tem outros companheiros que querem buscar a vitória, às vezes as coisas não dão certo e tem o momento da derrota. Aconteceram momentos sim, mas espero que não aconteçam mais.

O São Paulo lidera seu grupo ao lado de Corinthians e San Lorenzo. Apesar de estar à frente nos critérios de desempate, o Tricolor tem um jogo a mais que os rivais. O próximo compromisso pela Libertadores é no dia 18 de março, contra o San Lorenzo, no Morumbi. No domingo, o São Paulo volta a jogar pelo Paulistão, às 16h, contra o Rio Claro, fora de casa, pelo Grupo A, que lidera.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*