Após dois meses de trabalho, Raí vê São Paulo de novo atraente

Após dois meses como diretor-executivo de futebol, Raí vê o São Paulo em processo de recuperação. O dirigente disse nesta sexta-feira que o clube está de novo atraente para os jogadores. Como argumento, citou o caso de Rodrigo Caio, que recentemente recusou uma proposta da Real Sociedad, da Espanha.

“O Rodrigo Caio teve uma proposta para sair e manifestou desejo de ficar. Os jogadores estão com vontade de ficar aqui”, comemorou o ex-atacante, antes de entregar a camisa 21 para Valdívia, apresentado como sexto reforço do time para a temporada, no CT da Barra Funda.

Preocupação da gestão tricolor, a recorrente saída massiva de atletas nos últimos anos passou a ser um dos problemas a serem combatidos pela diretoria. Recém-empossado como superintendente de relações institucionais, o ex-zagueiro Diego Lugano havia dito que trabalharia para solucionar a questão, inclusive.

O São Paulo também espera ajudar Valdívia a recuperar o futebol que o tornou conhecido no Internacional. Após sofrer uma grave lesão no joelho esquerdo em novembro de 2015, o jogador foi rebaixado com o Colorado na temporada seguinte, ficou de fora dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e teve passagem discreta pelo Atlético-MG.

“Era um nome que acompanhávamos há um tempo, estudando a viabilidade. É notório o potencial do jogador, versátil, com habilidade e velocidade. O São Paulo sempre foi um clube que, se não teve essa função nos últimos anos, recuperou muitos jogadores que passaram por momentos não esperados”, rememorou o ídolo tricolor.

5 comentários em “Após dois meses de trabalho, Raí vê São Paulo de novo atraente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*